Seu instinto é pecar

seu-instinto-e-pecar

O raciocínio fica comprometido. E não há nada que você possa fazer. Estudo mostra como vacilamos diante de uma maçã ou uma pizza. Mesmo sabendo o que é mais nutritivo, impressiona ver como a mão “treme” diante da tentação.

Leia mais:

Detetive dos rótulos – Blogueira brasileira investiga alimentos industrializados
O discurso oculto do menu – O que há por trás das palavras do cardápio

Há um abismo entre o que sabemos que devemos comer e o que queremos comer.

Na verdade, nossa força de vontade é constantemente desafiada.

Infelizmente, algumas pessoas são melhores em vencer a batalha.

Agora, os psicólogos querem saber mais sobre o enigma “fruta ou brownie”.

O objetivo é investigar o que separa resistir aos desejos da sucumbência.

Um novo estudo examinou o que acontece entre ver comida e tomar uma decisão.

A pesquisa foi feita pela Universidade Estadual de Ohio (Estados Unidos).

Nela, os voluntários foram colocados em frente a uma tela de computador.

Ao clicar em “iniciar”, um cursor apareceu na parte inferior da tela.

Na parte superior esquerda e superior direita apareceram janelas pop-up.

Uma mostrava um lanche saudável e a outra um junk food.

Era preciso escolher, o mais rápido possível, quais ajudaria a “atingir objetivos de saúde e fitness”.

O grupo foi informado de que, ao final, receberia um dos alimentos escolhidos no experimento.

Na realidade, todos escolheram entre uma maçã ou uma barra de chocolate.

Como resultado, algumas pessoas inicialmente moveram o cursor para o junk food.

Mesmo que depois clicassem na escolha saudável.

Esses indivíduos, quando oferecidos a escolha ao final, optaram mais pelo chocolate.

Na pequena quantidade de tempo necessário para decidir o alimento, aqueles com menores níveis de autocontrole foram delatados por sutis movimentos nas mãos.

Sim, eles tremeram.

“Nossos movimentos de mão revelam o processo de exercitar o autocontrole”.

A explicação é de um dos autores, Dr. Paul Stillman.

“Podemos ver a luta como acontece”.

Para aqueles com baixo autocontrole, a tentação realmente atrai as mãos para a escolha menos saudável.

A partir daí, é preciso ver quem consegue resistir.

Porque o destino é pecar – sempre.

O estudo foi publicado no periódico científico Psychological Science.

Então devemos nos entregar ao destino?

Claro que não.

Foi justamente esta a batalha que enfrentei para perder mais de 60 quilos.

Para saber mais sobre essa história e conhecer meu método – clique aqui.

Tags: , , , ,