Encare o tédio

No escritório, buscamos distrações para passar o tempo. Pior decisão. Novo estudo revela que, para concluir o trabalho chato, é preciso encarar o tédio de uma vez. Com o risco de perder a produtividade.

Leia » Encare o tédio

Trabalho nas nuvens

Sonhando acordada no trabalho? Parabéns. Estudo americano revela que as pessoas cujas mentes vagam (quando supostamente não deveriam) são mais eficientes, inteligentes e criativas.

Leia » Trabalho nas nuvens

Academia da felicidade

O segredo para ser feliz? Saiba que envolve suor. Estudo revela que frequência e volume são fatores essenciais na relação entre atividade física e o estado de espírito.

Leia » Academia da felicidade

A maior recompensa do trabalho

Trabalhe no que gosta e jamais precisará trabalhar. Ou ir ao médico. Estudo revela como felicidade no ofício nos mantém mais saudáveis.

Leia » A maior recompensa do trabalho

A soma das manhãs

A hora programada no despertador influencia na longevidade. Neurologistas da Universidade Northwestern revelam que quem acorda cedo vive mais.

Leia » A soma das manhãs

Doce decepção

O açúcar em excesso implica em vários riscos. Entre os milhões, eis aqui mais um. A substância pode estar implicada de disfunção erétil a orgasmos mais fracos. E a maioria não percebe esta influência.

Leia » Doce decepção

Banana power

O que é melhor para nutrir o corpo durante e após a malhação: bananas ou bebidas esportivas? Novo estudo finalmente esclarece a questão. De olho na performance, veja qual a opção vencedora.

Leia » Banana power

Decifrando o instinto

O significado do instinto

Você nunca deve duvidar de sua intuição. Estudo revela que nossas emoções instintivas realmente funcionam como um “sinal vermelho”. Para que o cérebro nos impeça de cometer erros.

Leia » Decifrando o instinto

Maturando amizades

Os relacionamentos evoluem. Ao pesquisar o processo, Universidade do Kansas revela quanto tempo leva para transformar um conhecido em um verdadeiro amigo.

Leia » Maturando amizades

Palavrões pela culatra

Um bom trato favorece o sucesso profissional. Já o contrário… Estudo revela que pessoas que usam palavras de baixo calão no vocabulário são vistas como desonestas e menos inteligentes.

Leia » Palavrões pela culatra