Reconhecendo você

identificando-os-relacionamentos-sufocantes

Jura que não reconheceu você? Pode ser mentira. Estudo revela que cérebro sempre identifica rostos familiares, embora algumas vezes a lembrança demore a acompanhar.

Leia mais:

É hora de acordar – Aulas mais tarde melhoram desempenho de alunos
Bêbada de sono – Dormir menos equivale a tomar seis latas de cerveja

Quando as pessoas veem alguém que reconhecem, certas células se “iluminam” no cérebro.

E essas células se acendem mesmo quando vemos um rosto ou objeto familiar, mas não percebemos isso.

Nesse caso, a atividade neural é mais fraca que quando se registra conscientemente uma imagem particular.

É o que afirma um estudo feito pela Universidade de Bonn (Alemanha).

Nele, foram registradas a atividade de 2.735 neurônios individuais em 21 pacientes.

Os cientistas aproveitaram um fenômeno conhecido como piscada atencional.

Ele acontece quando vemos duas imagens familiares em sucessão e não conseguimos notar a segunda.

Assim foram comparadas a resposta neural com as apresentações vistas e não vistas da mesma imagem.

Como esperado, os participantes não perceberam uma segunda imagem exibida após uma primeira.

Mas os neurônios correspondentes foram acionados de qualquer maneira.

No entanto, houve uma diferença na força e no tempo dessa resposta neural.

Os resultados pesam sobre os debates teóricos sobre a natureza da consciência humana.

O estudo foi publicado no periódico científico Current Biology.

Tags: , , , ,