Paladar fora-da-lei

limao

Quem diria? Novo estudo histórico relaciona o surgimento da máfia italiana com o limão siciliano da sua receita favorita.

Leia mais:

Arroz com limão siciliano – Mude o arroz nosso de cada dia
Linguine ao molho cítrico – Veja como é light o “linguini al limoni”

Eu uso o ingrediente em muitas receitas.

Quem diria que, por trás de cada uma, está uma história de crime.

Um novo estudo revela como o limão siciliano foi responsável pelo surgimento da máfia, no século 19.

A pesquisa foi feita pela Queen’s University Belfast (Irlanda do Norte).

Tudo começou com as Guerras Napoleônicas, iniciadas em 1803.

Assim foram chamados os conflitos que opuseram a França contra diversos países, ao longo de 15 anos.

Nesta época, o escorbuto, doença causada pela deficiência em vitamina C, causava muitas vítimas.

Então, o Dr. James Lind descobriu que limões curavam o problema.

Até então, só se conheciam os limões que vinham da Sicília, na Itália.

Instantaneamente, a região se tornou fornecedora exclusiva da fruta.

Em um território isolado e sem leis, a máfia se organizou para oferecer “proteção” aos produtores.

E também para intermediar os negócios entre fazendeiros e exportadores.

As provas vieram de um inquérito conduzido entre 1881 e 1886, em 143 cidades sicilianas.

Ao investigar os crimes locais, relacionou-se a presença da máfia com a produção de cítricos.

O estudo foi publicado no The Journal of Economic History.

Aposto que você jamais pensou na origem mafiosa deste perfumado ingrediente.

Que tal uma receita deliciosa que pode ter uma origem suspeita, mas não sai da linha?

Para ver como fazer minha massa com molho cítrico – clique aqui.

Tags: , , ,