Idade mental faz viver mais

Idade mental faz viver mais

Temos realmente a idade que sentimos. Segundo um novo estudo feito nos Estados Unidos, pessoas que se sentem mais jovens realmente vivem mais tempo.

Leia mais:

Como viver mais – Vila na China ensina o segredo
Chama acesa – A inspiração dos competidores que não se rendem nunca

A data de nascimento no RG só vale para preencher formulários.

Pelo menos para quem tem uma atitude positiva perante a vida.

A afirmação é de um estudo feito pelo University College London (Inglaterra).

Nela, os cientistas perguntaram a 6.500 adultos, com 52 anos ou mais, o quão velhos se sentiam.

Eles acompanharam estes voluntários por oito anos.

Após este longo período, 86% dos que se sentiam jovens ainda estavam vivos.

O mesmo não aconteceu com 75% dos que se sentiam mais velhos que a própria idade.

A maioria dos entrevistados, cerca de 70%, se sentia mais jovem pelo menos três anos.

“Embora a saúde (ou a falta dela) tivesse sido levada em conta, depois de ajustar todos os fatores, descobrimos que pessoas que se sentem mais velhas têm 41% maior risco de mortalidade”.

A declaração é de um dos autores do estudo, Dr. Andrew Steptoe.

Uma análise separada das causas de óbito indicou uma forte relação entre a idade autopercebida e a morte por problemas cardiovasculares.

Os cientistas acreditam que sentir-se melhor faz você adotar hábitos saudáveis.

O que irá mantê-la vivendo uma vida mais longa e saudável.

O estudo foi publicado no periódico científico JAMA Internal Medicine.

Tags: , , ,