Ovo agora pode? Deve!

ovo

A questão não é mais se podemos comê-los. Muito pelo contrário. Agora, um novo estudo recomenda comer um ovo por dia. O objetivo é manter a saúde do cérebro.

Leia mais:

Emagrecendo o pão francês – Você não precisa mais resistir
Carboidratos à noite – Afinal, pode ou não pode?

Por muito tempo os evitamos.

Seguindo preceitos científicos da época, que afinal não faz tanto tempo assim, mantivemos sob rígido controle o consumo de ovos.

Depois, não havia mais problemas.

Estudos divulgados recentemente minimizaram os efeitos do colesterol do alimento.

Se não entendemos, agradecemos poder degustar um ovo de vez em quando.

E quase sem culpa.

Agora, um novo estudo sugere que o consumo de um ovo por dia está associado a uma diminuição de 12% no risco de AVC.

A pesquisa foi feita pelo Instituto EpidStat (Estados Unidos).

Os cientistas analisaram sete estudos semelhantes sobre os efeitos do consumo do ovo na saúde do cérebro.

Com base nos resultados desta análise, o consumo de até um ovo por dia pode contribuir para diminuir o risco de acidente vascular cerebral.

“E a ingestão diária de ovos não parece estar associada ao risco de doença arterial coronária”, revela o novo estudo.

O motivo científico para este efeito, entretanto, ainda não ter sido descoberto.

Para um dos autores, o Dr. Dominik Alexander, “os ovos têm muitos atributos nutricionais positivos” que reduzem o estresse oxidativo, a inflamação e a tensão arterial.

De acordo com os especialistas, os ovos fornecem uma fonte valiosa de proteína, antioxidantes, vitaminas e minerais.

O estudo foi publicado no periódico científico Journal of the American College of Nutrition.

Podemos saudar esta nova descoberta, mas é preciso ficar atenta ao “pacote completo” que vem com o hábito de comer ovos.

Refiro-me ao método com o que eles são preparados, especificamente a fritura.

Neste caso, prefira cozinhá-los ou mesmo assá-los, como na minha omelete de forno.

Outra boa pedida é minha receita de ovo pochê no copo de abobrinha – clique aqui.

Tags: , , ,