Sono e produtividade

Sono-e-produtividade

Você rende mais pela manhã ou à noite? Segundo novo estudo, perdem todos quando o ritmo natural não é respeitado.

Leia mais:

É hora de acordar – Aulas mais tarde melhoram desempenho de alunos
Bêbada de sono – Dormir menos equivale a tomar seis latas de cerveja

Sabemos que os madrugadores trabalham com menor eficiência quando avança a madrugada.

Exatamente quando os “corujões” se sentem mais produtivos.

Mas os pesquisadores descobriram novas e distintas características entre as atividades noturnas desses dois tipos de indivíduos.

O estudo foi feito em parceria entre a Escola Superior de Economia e a Universidade de Oxford (Inglaterra).

À noite, os madrugadores demonstram um tempo de reação mais rápido quando resolveram tarefas relacionadas à atenção.

Mas esta surpreendente destreza tem um preço.

Fora da zona horária de conforto, os madrugadores cometem mais erros.

A privação de sono e um aumento no tempo gasto acordado impactam negativamente o sistema de atenção do cérebro.

Aparentemente, o motivo tem relação com a cronobiologia de cada um.

Afinal, cada pessoa representa um cronótipo: o ritmo corporal variável segundo a disposição inata da pessoa, de acordo com as horas mais propícias para acordar e dormir.

Estudos prévios já revelaram que os madrugadores são mais impulsivos.

E que os “corujões” são mais analíticos, levam mais tempo considerando o próximo passo.

Os resultados deste estudo desafiam o sistema educativo e a gestão de recursos humanos em determinadas áreas.

Para pilotos, controladores de tráfego aéreo, motoristas, etc., o tempo de reação é muito importante.

Forçar pessoas que naturalmente rendem mais em um período a cumprir outro é desperdiçar talentos e recursos.

O estudo foi publicado no periódico científico Experimental Brain Research.

Tags: , , , , , ,