Seu melhor personal

personal'

Companhia fiel? Bem mais do que isso. Novo estudo revela como donos de cães têm o coração fortalecido. E por isso vivem mais.

Leia mais:

Quer dormir melhor? – Pets no quarto proporcionam o descanso ideal
Fica comigo essa noite – Pets no quarto levam a boa noite de sono

De olho na longevidade, é preciso entrar em forma.

A primeira pergunta que vem à mente é: do que preciso?

Esqueça roupas tecnológicas e mensalidade na academia mais cara.

É melhor adotar um cachorrinho.

A recomendação é de um estudo feito pela Universidade de Uppsala (Suécia).

Nele, foram analisados dados de 3,4 milhões de pessoas, entre 40 e 80 anos.

Estas pessoas foram acompanhadas ao longo dos 12 anos.

Como resultado, ter um cão foi associado a uma redução de 23% em óbitos por doença cardíaca.

E um risco 20% menor de fatalidade por qualquer causa.

Até então, as pesquisas a respeito haviam sido observacionais.

Neste tipo de trabalho, os pesquisadores observam uma associação, mas não podem provar uma relação causal.

Desta vez, foi diferente.

O efeito se manteve mesmo eliminando variáveis como nível educacional.

E também condições de saúde pré-existentes e estilos de vida entre aqueles com e sem cães.

O maior impacto positivo de ter um cachorro foi entre as pessoas que vivem sozinhas.

Sem exagero, os pets assumem o lugar de um parceiro.

“Os cães incentivam você a caminhar, fornecem apoio social e tornam a vida mais significativa”.

“Se você tem um cachorro, interage mais com outras pessoas”.

“E, se ficar doente, for internado e tem um pet, há uma grande motivação para voltar logo para casa”.

A explicação é de um dos autores, Dr. Tove Fall.

Claro que esta é uma indicação.

Donos podem subverter a ordem e permitir que seus cães engordem.

Mas o mais provável é que mudem sua vida – para melhor.

Além da felicidade, ter um cachorro pode ser uma boa maneira de perder peso.

Para ler mais a respeito – clique aqui.

Tags: , , , ,