Quando a academia compensa

quando-a-academia-compensa

Sabemos que quem frequenta a academia está mais em forma que quem nem passa na porta. Agora, um novo estudo revela o quão mais saudável e em forma os mais comprometidos estão.

Leia mais:

20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)
Pouco exercício já é o bastante – Nenhuma desculpa cola mais

Não se trata apenas de ter uma barriga tanquinho.

As pessoas que frequentam a academia estão cuidando da saúde.

E estão conseguindo.

Segundo um novo estudo, quem malha em academia regularmente é 14 vezes mais aerobicamente ativo.

Pessoas matriculadas em academia fizeram, em média, seis horas a mais de exercício por semana.

No estudo, elas revelaram ter menor frequência cardíaca e menor circunferência abdominal.

E também níveis mais elevados de aptidão cardiovascular.

Estes índices foram medidos pela força do coração, função pulmonar e massa muscular.

Elas também passaram menos tempo sentados diariamente.

Outra diferença é que elas praticam mais exercícios de resistência.

Isso fortalece os músculos, reduz a pressão arterial e pode aumentar as taxas metabólicas.

Os resultados foram semelhantes para homens e mulheres.

Embora seja óbvio que membros de academias sejam mais saudáveis, isso não havia sido previamente comprovado.

Então, quem malha em outros ambientes está perdendo tempo?

Não mesmo.

As pessoas no estudo que se exercitaram tanto quanto os matriculados tiveram reduções semelhantes em fatores de risco cardiovascular.

Vale lembrar que quem malha em parques ou na orla aumenta os níveis de vitamina D, reduz o estresse e a depressão.

E se sente mais revitalizado e positivo sobre a vida.

O recado é um só.

Seja em uma academia ou ao ar livre, exercite-se.

O estudo foi publicado no periódico científico Plos One.

Tags: , , ,