Nova fronteira gastronômica

Dubai investe para se consolidar como maior destino gastronômico do mundo. Uma unanimidade que parece cada vez mais próxima. Agora, o chef italiano Massimo Bottura leva suas panelas e temperos para o emirado.

Leia mais:

Prazeres proibidos – Comer em Florença ficou complicado
Polêmica no forno – Nova York reinventa a fórmula da pizza

Antes, ia-se principalmente a Paris ou Nova York.

Com a globalização, novas fronteiras gastronômicas foram sendo abertas.

Recentemente, chama a atenção a gastronomia peruana.

E se, ao invés de espalharem-se em viagens pelo mundo, os gourmands fossem atraídos a um único destino?

Este é o objetivo de investimentos em Hong Kong e Bangkok – veja aqui.

Em Dubai, o movimento mais ousado foi dado pelo grupo Marriott.

Precisamente com a adesão de Massimo Bottura.

O italiano é o chef da Osteria Francescana, com três estrelas Michelin.

A casa foi eleita o melhor restaurante do mundo em 2016.

Em 2018, está no top 5 dos 50 melhores do mundo.

Pela primeira vez, sua excelência poderá ser apreciada fora da Itália.

Exatamente no W Dubai – The Palm, a ser inaugurado em breve.

O novo restaurante ganhou o nome de Torno Subito.

No menu, as surpresas são antecedidas por promessas.

O conceito é de uma viagem à Itália dos anos 1960, onde a vibe é sofisticada, mas descontraída.

Além do italiano, o empreendimento oferecerá outras experiências.

Serão seis restaurantes no total, e incluem cozinha latino-americana servida no SoBe, no rooftop.

E um menu japonês com influências coreanas no Akira Back.