A longevidade vem de dentro

Seja na forma de cálice sagrado ou pílula, sempre buscamos a longevidade no mundo exterior. Ou até mais etéreos. Mas o segredo está mais próximo. Na verdade, na sua barriga.

Leia mais:

Chama acesa – A inspiração dos que não se rendem nunca
Elixir da juventude – Pílula pode parar o envelhecimento do cérebro

O ditado diz que você é o que você come.

Mas, na verdade, somos o que as bactérias que vivem em nosso trato intestinal comem.

E isso pode influenciar no modo como envelhecemos.

É o que afirma um novo estudo da Universidade McGill (Estados Unidos).

Nele, foi feito um estudo com cobaias.

Neste caso, foram usadas Drosophilas melanogaster, as moscas de frutas.

Os pesquisadores incorporaram uma mistura de probióticos com o suplemento Triphala (rico em polifenóis) na dieta dos insetos.

Isso foi capaz de prolongar a longevidade das moscas em 60%.

E de protegê-las contra doenças crônicas associadas ao avanço da idade.

Elas também mostraram características reduzidas de envelhecimento.

Tais como a resistência à insulina, processo inflamatório e estresse oxidativo.

“Os probióticos alteram a estrutura do microbioma, o conjunto de bactérias, fungos e vírus que habitam o intestino”.

A explicação é de uma das autoras do estudo, Dr. Satya Prakash.

“E não apenas em sua composição, mas também em como os alimentos são metabolizados”.

Como sabemos, probióticos contêm bactérias vivas que promovem o equilíbrio de nossa flora intestinal.

Mas, e quanto ao outro elemento utilizado?

O Triphala é feito de plantas medicinais e usado na Ayurveda, a medicina ancestral indiana.

Sua combinação com probióticos deveria ser melhor que usar seus componentes individualmente.

Mas não se imaginava o quão bem sucedida seria essa formulação.

O estudo foi publicado no periódico Scientific Reports.

E seus dados foram arquivados em uma patente provisória, através de uma empresa co-fundada pelos autores.

Isso representa o quanto os cientistas apostam em sua descoberta.

Que, dizem, tem o potencial de impactar o campo do microbioma, probióticos e saúde humana.

Vale a pena embarcar nessa?

Não saberíamos a fórmula exata utilizada no estudo.

Mas testar o consumo combinado de alimentos probióticos e Triphala em busca da longevidade pode valer a pena.

Desde, é claro, que seu médico seja consultado.

Tags: , , , ,