Milho pode ser diferente

Sim, o milho pode ser diferente

Milho é uma delícia, e cozido é uma preferência. Mesmo sendo carboidrato, é do tipo complexo, cuja qualidade é aliviar a vontade de comer doces. Cansada da mesma receita de sempre? Confira outros jeitos de degustar esta maravilha.

Leia mais:

Resgatando os vilões – Milho e outros vegetais que merecem mais respeito
Pipoca fit sem gordura – O milho na versão que é um estouro

O milho tem muitas qualidades.

A maior delas é que se trata de rica fonte de fibras, que são aliadas do bom funcionamento intestinal, controle do colesterol e aumento da saciedade.

Sem contar que não contém glúten, sendo ideal para quem tem doença celíaca – ou quer simplesmente evitar o polêmico nutriente.

É verdade que milho é cheio de carboidratos, mas do tipo complexo.

Isso significa que aumenta mais lentamente os níveis de açúcar no sangue e contribui com muita energia.

E o grão ainda é leve: uma espiga tem entre 100 e 120 calorias.

O problema é a monotonia, já que só o consumimos com manteiga e sal.

Ou seja, qualquer exagero já nos causa problemas.

Em outros países, o costume é bem diferente.

Conheça a seguir receitas que você nunca imaginou.

A ideia é fazer do simples ato de comer milho uma experiência gastronômica.

América do Sul

Em um processador, junte um abacate, uma colher (sopa) de suco de limão, 1 dente de alho, 1 punhado de coentro, uma colher (sopa) de creme azedo e uma pitada de sal. Bata até homogeneizar a mistura. Adicione água, se necessário. Coloque o milho para assar na churrasqueira, temperando com sal e pimenta do reino. Borrife azeite e vá virando, para tostar a espiga por igual. Depois de tostada, sirva cobrindo com a pasta de abacate temperada. Se quiser, acrescente por cima molho de pimenta e queijo ralado.

África

Junte no processador ou liquidificador um copo de iogurte grego, uma colher (sopa) de azeite extra virgem, uma colher (sopa) de suco de limão, um dente de alho, uma colher (chá) de molho de pimenta e uma pitada de sal. Sirva cobrindo uma espiga de milho cozido. Acrescente por cima mais azeite e coentro em pedaços.

Europa

Utilizando o processador, junte uma xícara de queijo de cabra em pedaços, duas colheres (sopa) de manteiga, uma colher (sopa) de tomilho, uma colher (chá) de pimenta negra moída e uma pitada de sal. Bata até ficar homogêneo e sirva cobrindo uma espiga de milho cozido.

América do Norte

Junte no processador um tablete de manteiga, quatro colheres (sopa) de uísque, duas colheres (sopa) de maple syrup e uma pitada de sal. Sirva cobrindo uma espiga de milho cozido ou assado na brasa, com flocos de bacon.

Ásia

Em um processador, junte uma colher (sopa) de manteiga com três colheres (sopa) de molho Sriracha (encontre em mercados orientais). Sirva cobrindo uma espiga de milho cozido ou assado na brasa.

Austrália

Coloque em uma panela 1 ½ colher (sopa) de vinagre de maçã, ½ colher (sopa) de mel, ½ colher (sopa) de ketchup, 1 colher (chá) de molho de pimenta, quatro dentes de alho, duas colheres (sopa) de gengibre ralado e uma pitada de sal. Mexa até encorpar e ferver, reduza o fogo e deixe reduzir por alguns minutos. Depois é só sirvir cobrindo uma espiga de milho cozido ou assado na brasa.

milho2

Na ilustração, o texto original (em inglês) e a ilustração de como os molhos podem ficar

Tags: , , , , ,