O fim dos adoçantes?

O fim dos adoçantes artificiais? Cientistas criam uma maneira de levar o sabor doce direto às papilas gustativas. O que pode reduzir o açúcar dos alimentos sem prejudicar o sabor.

Leia mais:

O futuro está na mesa – Comer com a família é o melhor investimento
Dieta da vovó – Evite o que sua avó não lhe serviria

Eles vieram na busca por um substituto para o açúcar.

Mas, até hoje, os adoçantes artificiais são cercados de polêmicas.

Melhor seria evitá-los de uma vez, o que pode estar perto de acontecer.

Pesquisadores israelenses investigaram como o açúcar é recebido no corpo.

E viram que apenas um quinto da substância chega às papilas gustativas.

O restante passa direto pela boca e vai direto ao estômago.

A partir daí, resolveram empregar um processo da indústria farmacêutica.

Nele, as drogas são revestidas em moléculas.

Isso garante que a dosagem correta atinja as partes do corpo certas.

Assim, moléculas de açúcar foram cobertas com partículas de minerais sem sabor, como a sílica.

O recurso ajuda as moléculas de açúcar a chegar às papilas gustativas.

E as faz permanecer lá por mais tempo.

O resultado garante o mesmo sabor com 40% menos açúcar.

A pesquisa é da empresa de tecnologia de alimentos DouxMatok.

De tão bem-sucedida, a ideia já foi comprada pela Südzucker, maior produtora de açúcar do mundo.

Produtos com a nova técnica já devem chegar ao mercado em 2020.