Revendo o desjejum

revendo-o-desjejum

Ele é a estrela da primeira refeição. Mas o papel de mocinho pode esconder um vilão. Suco de laranja em jejum pode provocar disruptura em bactérias benéficas no intestino.

Leia mais:

Rins a mil – Ao mesmo tempo em que hidrata, melancia purifica
Suco detox de melancia e gengibre – Aproveite este detox termogênico

Se este é um costume, melhor desapegar.

Aparentemente, devemos evitar tomar suco de laranja no café da manhã.

A recomendação vem de um estudo da Universidade de Princeton (Estados Unidos).

Aparentemente, o suco de frutas tomado em jejum sobrecarrega o sistema digestivo.

E isso pode provocar uma disrupção nas bactérias intestinais benéficas.

Estes sucos contém altos níveis de frutose, o açúcar natural das frutas.

A frutose alcança rapidamente o intestino delgado.

Após um longo jejum, como a noite de sono, o órgão não consegue processar grandes porções de frutose.

Isso faz com que o açúcar siga direto ao intestino grosso, onde vive o microbioma.

Trata-se do conjunto de bactérias benéficas que auxiliam a digestão humana.

Estas bactérias não estão preparadas para digerir o açúcar.

Os resultados não revelaram se isso tem um impacto negativo na saúde.

Mas os cientistas acreditam que “um efeito é provável”.

Estudos anteriores já sugeriram que o açúcar é processado pelo fígado.

Entretanto, a nova pesquisa implica que mais de 90% da frutose é digerida no intestino delgado.

O excesso do açúcar, passando direto até o microbioma, pode causar vários problemas digestivos.

Entre as consequências, está até engordar.

O estudo foi publicado no periódico científico Cell Metabolism.

Ele revalida a recomendação de limitar os doces com as refeições.

Por isso, não é má ideia investir nas sobremesas light.

Tenho certeza de que você vai adorar meu tartelete de baunilha – clique aqui.

Tags: , , , ,