Mulheres se irritam mais ao volante

Antes de pegar no volante, ajeite o espelho, retoque o batom e respire fundo. Segundo estudo, mulheres são mais propensas a “explodir” com o estresse do trânsito.

Leia mais:

Paradoxo da obesidade – Quem come bem faz compensações perigosas
A hora extra da balança – Lutar contra o sono é convite para acumular peso

Um novo estudo sugere que a raiva que passamos no trânsito afeta mais as mulheres.

A pesquisa foi feita pela Goldsmiths University London (Inglaterra), com financiamento da fabricante de automóveis Hyundai.

Para chegar a esta conclusão, foram analisados o comportamento ao volante de mil motoristas britânicos.

Destes, 450 foram monitorados com câmeras instaladas em seus carros.

Os participantes também tiveram seus sentidos testados.

O objetivo foi ver como som, visão, cheiro, toque e paladar provocam respostas emocionais durante a condução.

Os resultados abasteceram um software especialmente criado, que atribuiu a cada participante uma nota.

O teste revelou que, em média, as mulheres motoristas estavam 12% mais nervosas atrás do volante.

Aparentemente, as mulheres têm um “sistema de alarme”, herdado de nossas ancestrais.

Este instinto de sobrevivência aguçado nos mantêm alertas contra ameaças.

E prontas para reagir diante da menor provocação – ou o que parecer com isso.

Esses traços evolutivos ficaram evidentes quando as mulheres ouviram gritos ou buzinas a elas dirigidas.

Ou quando dirigiram por lugares desconhecidos.

Segundo um dos autores, Dr. Patrick Fagan, “psicologicamente, as mulheres são superiores aos homens em inteligência emocional e verbal”.

“Mas o que pode parecer uma vantagem, em alguns momentos não é”.

A descoberta contradiz estudos anteriores, que apontavam os homens como predominantemente afetados pela raiva no trânsito.

E nos mostra como precisamos nos controlar e preservar diante dos conflitos cotidianos.

O estudo descobriu ainda que, para 54% dos condutores, cantar enquanto dirigem os torna mais felizes.

Portanto, da próxima vez em que levar uma fechada ou buzinada, reaja cantando.

Tags: , , , ,