Você, robô

Você, robô

Você passa o dia inteiro no smartphone? Com inteligência, um incrível vídeo faz criativa crítica de nosso comportamento diante das facilidades oferecidas pela tecnologia. Com a qual, infelizmente, somos obrigadas a concordar.

Leia mais:

Internet ajuda ou prejudica? – Os efeitos da amnésia digital
Conexão com o apetite – Que tal iguarias artesanais nas pontas dos dedos?

Por essa, Isaac Asimov, o mestre da ficção científica, não esperava.

Foi ele o autor da história que originou o filme Eu, Robô.

É que, hoje, a tecnologia que nos aproxima é a mesma que nos distancia.

Às vezes, dentro de casa, mandamos um torpedo da sala para alguém no quarto.

Ou seja, desperdiçamos o potencial da máquina e também o melhor de nossos relacionamentos.

Pensando nisso, a produtora Big Lazy Robot, de Barcelona (Espanha), criou uma divertida e curta paródia que nos mostra como encontra-se a sociedade nos dias de hoje.

O vídeo foi realizado utilizando a técnica stop-motion, e apresenta pequenos robôs vintage interpretando os nossos papéis.

Ou seria o contrário?

Os produtores avisam para não levarmos o trabalho tão a sério.

O importante é podermos rir de nós mesmos.

E você, robô? Como tem sido a sua relação com seu smartphone?

Tags: , , , , , , ,