Estimulando a produtividade

Produtividade tem hora? Estudo revela que podemos mudar o rendimento ao entender a psicologia do comportamento ao trabalhar.

Leia » Estimulando a produtividade

Pérolas da nutrição

Uma flor comestível que ativa o pensamento lógico para turbinar sua performance. Estudo revela que alcaparras em conserva constituem superalimento para a mente e o coração.

Leia » Pérolas da nutrição

Pensar fora da caixa dentro de casa

Como manter o corpo e a mente saudáveis no confinamento. Leia meu artigo, que foi publicado originalmente na revista Veja.

Leia » Pensar fora da caixa dentro de casa

Perfomance em risco

O “novo normal” inclui doces, snacks e comidas de conforto demais? Cuidado. Estudo explica como uma escolha alimentar popular pode afetar sua produtividade no home office.

Leia » Perfomance em risco

A melhor hora do café

Há quem já acorde com uma xícara na mão. Grave erro, que pode prejudicar o sono mais tarde. Estudo revela qual é a melhor hora de tomar seu primeiro café do dia.

Leia » A melhor hora do café

Horas e peso extra para elas

Elas trabalham mais e ganham menos. Mas a injustiça não para por aí. E piora muito: estudo revela que mulheres ganham peso quando as exigências de emprego são mais altas.

Leia » Horas e peso extra para elas

Domingo mais produtivo

A semana começa no domingo por algum motivo. Que estamos desperdiçando sem perceber. Veja como as pessoas bem-sucedidas usam o dia de folga para não perder a produtividade.

Leia » Domingo mais produtivo

O poder criativo do tédio

Às vezes você fica entediada? Melhor coisa. Estudo revela como o tédio pode estimular a produtividade e a criatividade individuais. Basta saber como.

Leia » O poder criativo do tédio

Encare o tédio

No escritório, buscamos distrações para passar o tempo. Pior decisão. Novo estudo revela que, para concluir o trabalho chato, é preciso encarar o tédio de uma vez. Com o risco de perder a produtividade.

Leia » Encare o tédio

Trabalho nas nuvens

Sonhando acordada no trabalho? Parabéns. Estudo americano revela que as pessoas cujas mentes vagam (quando supostamente não deveriam) são mais eficientes, inteligentes e criativas.

Leia » Trabalho nas nuvens