O perigo do “junk sleep”

O perigo do junk sleep

Se você leva o celular para a cama, cuidado. Esta é uma maneira certa de acordar com peso a mais. O uso de equipamentos eletrônicos na hora de ir dormir provoca um sono em etapas, que acaba com a sua forma e disposição.

Leia » O perigo do “junk sleep”

Jejum intermitente: conheça a dieta dos dois dias

Jejum intermitente: conheça a dieta dos dois dias

Para ficar bem nas fotos 3 x 4, que tal uma dieta 2 x 5? Nas contas de livro best seller, é possível perder peso com saúde se fecharmos a boca dois dias a cada cinco. Ou seja, a semana vai ficar mais leve – e você também!

Leia » Jejum intermitente: conheça a dieta dos dois dias

Novo risco do junk food

Gordura trans, açúcar e sódio em excesso. Como se não bastasse, o mal do fast food não para por aí. Novo estudo revela como embalagens desta categoria estão contaminando (ainda mais) os alimentos.

Leia » Novo risco do junk food

Programados para falhar

Não, não somos todos iguais. Diante da publicidade das piores escolhas, pessoas com o gene da obesidade deixam-se convencer com mais facilidade.

Leia » Programados para falhar

A medida de um limite

Sabemos que a uma dieta equilibrada corresponde a duas mil calorias por dia. Mas, com descuido, é fácil passar desta conta ao longo da jornada. Muitas vezes, em uma só refeição.

Leia » A medida de um limite

Vítimas dos intervalos

Vítimas dos intervalos

Aí, complica. Segundo estudo norte-americano de psicologia, anúncios de alimentos parecem mais tentadores exatamente para pessoas acima do peso. E não é coincidência.

Leia » Vítimas dos intervalos

O pecado mora ao lado

Na praça de alimentação, fica a dúvida entre encarar um fast food ou um restaurante “casual”. De olho na saúde, a escolha recai sobre a segunda opção. Mas estudo revela como esta percepção pode estar equivocada.

Leia » O pecado mora ao lado

O culpado de sempre?

Elegemos o fast food como inimigo número um de quem luta contra o peso.  Mas ele pode não ser o único culpado. Estudo afirma que estamos consumindo mais calorias, mas de todos os alimentos – e não apenas de uma categoria.

Leia » O culpado de sempre?

Calculando o prejuízo

Três horas de caminhada, uma hora e 32 minutos de corrida ou 2:34 de dança. Este é o tanto de movimento necessário para “queimar” uma única refeição fast food. Calcule aqui o movimento necessário para eliminar calorias vazias.

Leia » Calculando o prejuízo

A sabotagem inconsciente

A sabotagem inconsciente

Coca zero e batatas fritas? Estudo em parceria entre várias universidades revela como o cérebro funciona ao fazer escolhas alimentares, compensando cada escolha certa com uma “errada”.

Leia » A sabotagem inconsciente