Interesse temperado

Está difícil fazer as crianças comerem saladas? Use especiarias. Estudo revela que pitadas de certos temperos podem ajudar a convencer as crianças a comerem todos os legumes.

Leia » Interesse temperado

Reforçando o aprendizado

Quer aprender uma nova habilidade? Estudo recomenda exercitar-se por 15 minutos após a lição para fixar a memória do aprendizado.

Leia » Reforçando o aprendizado

Horas mais férteis

Quer mais controle no planejamento familiar? Estudo revela a melhor hora do sexo para quem está tentando ter um bebê. Spoiler: prepare-se para despertar cedo.

Leia » Horas mais férteis

Terapia ao vivo

Há momentos em que precisamos de isolamento para atingir a calma, certo? Novo estudo britânico revela que, na verdade, ir a um show ao vivo é mais benéfico para o bem-estar. E ainda faz viver mais.

Leia » Terapia ao vivo

Máquina de problematizar

Procurando pelo em ovo – quem nunca? Estudo revela como nossos cérebros são programados para encontrar problemas nos quais focar, o que nos deixa constantemente preocupados.

Leia » Máquina de problematizar

Feliz 200 anos

Afinal, até que aniversário podemos planejar a festa? Novo estudo revela expectativas de vida atualizadas. Segundo um novo estudo, ainda não atingimos o pico da longevidade.

Leia » Feliz 200 anos

Corpo segue a idade mental

Sabe aquele ditado de você é tão jovem quanto se sente? A ciência acaba de comprovar. Novo estudo revela que os cérebros das pessoas envelhecem mais devagar quando se veem jovens.

Leia » Corpo segue a idade mental

A nova última pílula

Mais uma? Resultado de estudo de quatro décadas aponta que pílula contra úlcera do estômago pode funcionar tão bem como uma cirurgia para perda de peso.

Leia » A nova última pílula

Papo de elevador

Longas discussões aprofundadas ou conversa de elevador? Neste caso, menos é mais. Estudo revela que, ao contrário do que se acreditava, pessoas que engajam em conversas “fiadas” tendem a ser mais felizes.

Leia » Papo de elevador

Café longa vida

Para viver mais, tome café. E vale mesmo descafeinado. Novo estudo revela associação inversa entre o consumo da bebida com a mortalidade. E, surpreendentemente, não importa a quantidade ou o tipo.

Leia » Café longa vida