Sono regulado fortalece a imunidade

O isolamento bagunçou seu horário de ir dormir? Não deixe. Nossa resposta à infecção muda ao longo do dia. E a disruptura do sono pode comprometer o sistema imunológico.

Leia mais:

Para ficar longe da Covid-19 – Estudo aponta menos casos longe das cidades
Isolamento saudável – Veja dicas de como passar a quarentena com saúde

Com a rotina alterada pela pandemia, muitos passaram a ter dificuldade para dormir.

Na verdade, uma em cada cinco pessoas tem sofrido com insônia, segundo estudo das universidades de Shenzen e Huazhong (China)

Além da ansiedade e estresse que afetam a saúde mental, o confinamento reduz a exposição ao sol.

Uma enorme perda, já que a luz solar ajuda a regular o hormônio do sono, a melanina.

Tudo isso afeta as defesas do corpo, quando mais precisamos de proteção.

Então, qual é a ligação entre a imunidade e o relógio corporal?

Cada tecido e órgão do corpo opera de acordo com o ritmo biológico.

Também chamado de ciclo circadiano, o mecanismo determina a melhor hora para dormir, comer e outras funções biológicas essenciais.

O ajuste do relógio interno é diário.

Sem essa regulagem precisa de nossos ritmos circadianos, o funcionamento dos órgãos internos fica confuso.

Assim como nossas respostas imunológicas, começando pela pele – nossa primeira linha de defesa.

Durante a noite, a pele fica mais porosa, o que significa que há mais perda de água.

Como reação, alguns experimentam uma coceira noturna.

Essa permeabilidade, combinada com arranhões que rompem a pele, aumentam a chance de entrada de patógenos.

Essa não é a única alteração observada na pele à noite.

A pele danificada (cortada ou queimada) se recupera duas vezes mais rápido se a lesão tiver sido feita durante o dia, em comparação à noite.

Buscar um sono de qualidade, portanto, se torna vital para fortificar a imunidade.

Um sistema imunológico desequilibrado pode levar a distúrbios auto-imunes.

Nos quais o corpo não consegue distinguir a diferença entre as células normais e agentes invasores.

Um ciclo regular de sono ajuda a manter esse equilíbrio, regulando a agressividade do sistema imunológico para um momento em que seja mais útil.

Para ajudar o organismo a reagir, o conselho é abrir as cortinas durante o dia, para deixar entrar a luz natural.

Programe a hora de ir deitar e de acordar, mesmo que não tenha compromissos.

Evite café e doces antes de dormir.

E desligue os gadgets para não provocar o “junk sleep” – leia mais aqui.

Tags: , , , , , ,