Sentimentos no prato

salada

A dieta vegetariana é a escolha da nova geração. Que também é a mais deprimida da história. Tem relação? Um novo estudo aponta que sim.

Leia mais:

Light e prático – Veja como fazer um ótimo sanduíche vegetariano
Vamos experimentar – Vegetarianismo é seguro para todos

Não faltam elogios para as dietas vegetarianas.

Mas um novo estudo sugere que não comer carne pode nos deixar deprimidos.

O trabalho foi feito pela Escola de Medicina Social e Comunitária (Inglaterra).

Também participou o Instituto Nacional do Abuso do Álcool e Alcoolismo (Estados Unidos).

A pesquisa analisou dados de um censo inglês.

E incluiu cerca de 10 mil maridos de parceiras grávidas.

Todos identificaram sua preferência alimentar.

Apenas 350 declararam ser vegetarianos.

Os dados foram comparados, então, com a Escala de Depressão Pós-natal.

Como resultado, os vegetarianos revelaram pontuações acima do limiar mínimo.

A relação causal ficou evidente, mas os pesquisadores não afirmam que ser vegetariano causa depressão.

Em vez disso, sugerem uma ligação entre dietas baseadas em plantas e saúde mental.

A teoria é que vegetarianos recebem menos nutrientes encontrados na carne vermelha.

Especificamente a vitamina B12.

Esta deficiência pode contribuir para o surgimento de sintomas depressivos.

Muitos pacientes com transtornos mentais têm deficiências em certos nutrientes.

Incluindo ácidos graxos ômega-3 e vitaminas do complexo B.

O estudo foi publicado no Journal of Affective Disorders.

E certamente já suscita muitas dúvidas.

Afinal, o grupo analisado foi pequeno e por demais restrito.

E também sabemos que o vegetarianismo é seguro para todos – leia mais aqui.

A notícia vale por registrar como alimentação e sentimentos estão intimamente relacionados.

Tags: , , , , ,