Saias curtas e QI longo

saia

Um novo estudo revela os sinais trocados no estereótipo feminino. Surpreendentemente, as mulheres com roupa sexy são percebidas como mais inteligentes.

Leia mais:

100 anos da beleza – Veja como mudam os estilos através das décadas
Sociedade conformada – Como acomodar a Humanidade que mudou de corpo?

“A mulher é um animal de cabelos longos e ideias curtas”.

Por muito tempo, esta frase do filósofo Arthur Schopenhauer foi citada como uma opinião humorada da capacidade intelectual feminina.

Afinal, eram outros os tempos e costumes.

Hoje, podemos adaptar a infeliz frase para abordar mais um estereótipo de gênero questionado pela ciência.

Um novo estudo descobriu que as mulheres que usam roupas sexy aparentam ser mais inteligentes.

A pesquisa foi feita pela Universidade de Bedfordshire (Inglaterra).

Para chegar a esta conclusão, foi feito um teste.

Nele, 64 voluntários (com 21 anos, em média) observaram fotografias de uma modelo usando minissaia, top e jaqueta.

Depois, o grupo observou imagem da mesma modelo, agora usando saia longa e blusa de manga comprida.

Em seguida, todos atribuíram notas para a inteligência, fidelidade, personalidade, moral, nível profissional e intenção em sensualizar percebidas.

O resultado?

Ao contrário do previsto, a roupa sexualizada resultou em maiores notas para a inteligência e a fidelidade.

“Ainda há muitas atitudes negativas por aí”.

A declaração é de um dos autores, Dr. Alfredo Gaitan.

“Mas talvez as pessoas estejam enxergando o visual sexy de modo mais positivo”.

O estudo foi apresentado na última conferência da Sociedade Britânica de Psicologia.

Tags: , ,