Resgatando a produtividade

Resgatando a produtividade

Sabe aquele sono que bate às três da tarde, todos os dias? Especialistas em neurociência criararam exercício de dois movimentos para manter você produtiva.

Leia mais:

Salada no café – Despertando para uma nova nutrição
Rave do bem – Comece o dia com toda a pilha

O horário logo após o almoço é o pior momento em termos de concentração e produtividade.

Quem não pode se entregar a uma soneca precisa lutar contra a sonolência.

Como paliativos temos o café, o chá e as bebidas energéticas.

Mas que tal uma solução para o problema, que aumente os níveis de energia e reduza o estresse de um modo natural?

Para nos ajudar a manter o pique quando o organismo quer sucumbir ao sono, nutricionistas do Almond Board of California juntaram-se a especialistas em meditação e yoga, para criar uma rotina que chamaram WIN.

A sigla, que significa “vencer”, em inglês, é um acrônimo para as palavras “wellness”, “inspiration” e “nutrition” (“bem-estar”, “inspiração” e “nutrição”).

A ideia foi criar uma sequência de dois movimentos que possa ser executada mesmo nos dias de agenda mais atribulada.

Para a prática, separe 15 minutos em um ambiente tranquilo.

O primeiro passo envolve lidar com a tensão física, com alguns movimentos simples de alongamento.

Comece virando o queixo em direção ao ombro esquerdo.

Nesta posição, inspire e expire o ar lenta e profundamente.

Vire o queixo para o outro lado e faça novamente o exercício de respiração.

Repita estes movimentos por três vezes.

Em seguida, inspire e levante os ombros em direção aos seus ouvidos e segure a respiração por um momento.

Expire o ar pela boca e solte os ombros.

Repita também estes movimentos por três vezes.

Depois disso, sente-se no chão para alongar a coluna.

Gire o troconco para o lado esquerdo e segure a posição.

Inspire e expire o ar por quatro vezes.

Gire o corpo para o outro lado e repita o exercício de respiração por quatro vezes.

Ao concentrar-se na respiração, os especialistas dizem que isso faz você ficar mais alerta.

O segundo passo envolve acalmar a mente e deixar de fora o estresse.

O exercício requer um papel e um lápis.

Com estes instrumentos, conecte-se com o que acontece ao seu redor e desenhe o que lhe vier à mente, deixando fluir a criatividade.

Não se preocupe com a qualidade artística, já que ninguém verá o que você produzir – ao menos, esta não é a ideia.

Debatendo a rotina e seus benefícios, uma das profissionais envolvidas em sua criação, Charlotte Watts esclarece: “com a pessoa gastando mais tempo com o smartphone e outros gadgets que dormindo, é mais importante que nunca encontrar o foco”.

“A dependência da tecnologia é prejudicial à saúde mental, levando-nos a distrações e à ansiedade”, disse à reportagem do jornal Daily Mail.

“Esta rotina foi elaborada para ser rápida e efetiva, fácil de fazer em qualquer lugar, o que pode ser encaixado em uma rotina atribulada, para aliviar a pressão e melhorar o bem-estar geral”, concluiu.

Para ajudar, evite exagerar nas porções no almoço.

E evite frituras e alimentos gordurosos, que tornam a digestão lenta, um trabalho que “rouba” sangue do organismo – que deveria estar irrigando o cérebro.

O que você achou da sugestão?

Para ter uma opinião, nada melhor que executar a rotina pelo menos uma vez.

Depois, não esqueça de compartilhar o resultado.

Tags: , , ,