Repartindo 100 receitas de pão

100

Quem aí gosta de pão? Como eu, tenho certeza que você vai adorar este lançamento. O livro “Pão Quente” traz com sensibilidade as histórias afetivas que geram 100 receitas de pães do mundo todo.

Leia mais:

Na frigideira – E se o pão se queijo virasse um sanduíche leve?
Aprenda a fazer o pão nuvem – Minha versão do pão que conquista o mundo

Ele é um alimento sagrado.

Mas sua presença na dieta tem sido considerada um pecado.

Nesta “demonização” dos pães, há muito exagero.

Afinal, como dispensar o alimento que faz parte da dieta humana há 30 mil anos?

Difícil dispensar seu sabor e significado nutricional.

Cerca de metade da nossa energia diária deve vir dos carboidratos.

Assim, o pão é um dos maiores componentes de uma dieta saudável e equilibrada.

O pão também contém proteínas e quantidade reduzida de gorduras.

Claro que há o problema do recheio e da quantidade.

Escolhendo o momento certo, nada como um pãozinho.

Ou 100 deles, cada um de uma receita.

É o que apresenta o livro Pão Quente, escrito pela americana Jessamyn Rodriguez.

No Brasil, o lançamento é da editora Companhia das Letras.

A obra registra 100 receitas de pães, vindas de culturas e povos de todo o mundo.

Mas a obra não se resume a apenas indicar ingredientes e preparos.

Jessamyn está à frente da Hot Bread Kitchen, uma “padaria social” que funciona em Nova York.

A iniciativa emprega mulheres imigrantes.

As padeiras têm origens e culturas diversas, o que influencia no que é feito diariamente.

O sucesso foi imediato.

E agora podemos conhecer os detalhes mais apetitosos desta trajetória.

São receitas de vinte países diferentes e, é claro, de Nova York.

Segundo a autora, “elas representam a comida surgida da diáspora”.

E da herança feminina.

Se toda cultura tem um pão tradicional, são as mulheres quem mantêm essa tradição viva.

Ao lado de cara receita, passadas de geração em geração, estão as histórias dessas mulheres.

É o caso da tortilla da mexicana Nancy Mendez, que na infância aprendeu o preparo.

Hoje, estas tortillas estão entre os carros-chefe da padaria.

O livro é dividido em capítulos.

Dos pães chatos (chapati, lavash), passando pelos clássicos (ciabatta, filão) e os recheados (byrek, empanadas).

Até chegar em um capítulo final que dá receiats do que fazer com as sobras de pão.

Ficou com água na boca?

Para uma degustação de algumas páginas do livro – clique aqui.

capa-livro

100 receitas e histórias de vida de um sucesso comercial e social

pagina-interna

Sensibilidade: design do livro conduz leitura além das receitas

burkina

Receita de Burkina Faso: entre as origens, são mais de 20 países

Tags: , , , , ,