Pressionando o bom senso

12-condenados

A nutrição ideal e a falta de tempo estão sempre brigando. Para remediar existem os sucos prensados a frio, que reúnem quilos de vegetais em uma única garrafinha. Mas a aparente boa ideia revela-se um inacreditável desperdício.

Leia mais:

Alimentos inglórios – Dê uma chance para frutas e vegetais fora dos padrões
Nutrição certa por linhas tortas – Cenouras feias ainda são cenouras

O costume de liquidificar a alimentação é razoavelmente recente.

Mas já completamente incorporado.

Quem experimentou não abre mão do poder dos sucos verdes.

Para facilitar seu consumo, surgiram as fórmulas vendidas prontas a partir de vegetais prensados a frio.

A ideia parece ótima.

Afinal, são inúmeros nutrientes prontos para consumo.

Para tomar andando e sem precisar sujar a cozinha inteira.

Mas, embora repleto de boas intenções, a opção traz um grande problema.

Em artigo recente, o site Modern Farmer revelou que 473 ml (16 fl. oz) destes sucos gera, em média, dois quilos de polpa.

Alimentos perfeitamente comestíveis que são jogados fora.

É compostável, você há de pensar, pode virar adubo.

Sim, em teoria.

Entretanto, a questão não é tão simples.

A polpa, ou o bagaço, é molhada, pesada e difícil de transportar.

Conduzir tudo para o local apropriado é caro e um trabalho destinado a grandes empresas.

Só gigantes do setor conseguem manejar os resíduos como alimentação para o gado.

Além do que, como material compostável, não é ideal.

A popa de frutas se degrada mais rapidamente e consome muito oxigênio no processo.

Para tornar-se um adubo fértil, é preciso misturar com pedaços de madeira e pó de serragem.

Ainda assim, o odor é muito forte.

Em pequena escala, algumas experiências em reaproveitar a polpa têm sido bem sucedidas.

Como o hambúrguer feito com polpa de beterraba pelo chef Dan Barber, do famoso restaurante Blue Hill.

Em casa é possível misturar polpas na massa de bolos ou fazer chips, mas estas são soluções domésticas.

Sem falar no uso e descarte de embalagens plásticas.

A melhor opção?

O artigo sugere comer os vegetais e frutas em sua forma natural.

Dessa maneira aproveitamos ao máximo as fibras, membranas, sementes e celulose dos alimentos.

Tags: , , , , , ,