Positividade leva a boa memória

Positividade é vida – e memória. Novo estudo revela que pessoas que se sentem entusiasmadas e alegres têm melhor memória à medida que envelhecem.

Leia mais:

A tradução dos sentimentos – Dicionário visual educa e emociona
O preço extra da gratidão – Educação demais pesa na balança

Desejamos que algumas memórias durem toda a vida.

Mas muitos fatores físicos e emocionais podem afetar negativamente nossa capacidade de reter informações ao longo da vida.

Um novo estudo descobriu que as pessoas que se sentem entusiasmadas e alegres (o que os psicólogos chamam de “afeto positivo”) têm menos probabilidade de sofrer declínio de memória à medida que envelhecem.

A pesquisa foi feita pela Universidade Northwestern (Estados Unidos).

Nela, foram analisados dados de 991 adultos, de meia-idade e mais velhos, registrados em três períodos: entre 1995 e 1996, 2004 e 2006 e 2013 e 2014.

Em cada avaliação, os participantes relataram as emoções positivas que experimentaram durante os últimos 30 dias.

Nas duas avaliações finais, os participantes também completaram testes de desempenho de memória.

Esses testes consistiam em relembrar palavras imediatamente após sua apresentação e novamente 15 minutos depois.

Como resultado, os indivíduos com níveis mais altos de afeto positivo tiveram um declínio de memória menos acentuado ao longo de quase uma década.

O estudo foi publicado na revista Psychological Science.

Tags: , , , ,