Por que elas nos fazem chorar

por-que-elas-nos-fazem-chorar

Até hoje, o mecanismo que faz qualquer um chorar diante de uma cebola partida permaneceu um mistério. Agora, uma nova pesquisa revela o motivo químico que leva cozinheiros às lágrimas em todo o mundo.

Leia mais:

Tabule criativo – Sua salada ganha novo sabor na forma de tartare
Homus de cenoura – Sabor de sobra com poucas calorias

Não há nada que nos prepare para este momento.

Ao partir uma cebola, todos choram.

Que o motivo seja químico ninguém duvida.

Agora, um estudo decifrou o mecanismo por trás da reação que temos na hora de partir o bulbo.

A pesquisa foi feita pela Universidade Case Western (Estados Unidos).

Quando a cebola é partida, sua defesa natural libera um composto que irrita os olhos.

Uma enzima conhecida como fator síntese lacrimal (FSL) inicia uma reação química para produzir o fator lacrimal (FL).

FL é um composto raro, e existem apenas quatro tipos naturais conhecidos.

Por ser extremamente reativo, ele evapora facilmente, dificultando o estudo.

Agora, os cientistas acreditam ter esclarecido o mistério.

Cortar uma cebola libera o ácido 1-propensulfênico, que é transformado pela enzima LFS em S-óxido syn-propanethial, um agente do LF.

A enzima então reposiciona as duplas ligações do ácido para formar o agente irritante.

O que isso muda na sua vida?

Na verdade, nada.

Devemos esperar que a descoberta conduza a produção de cebolas sem o composto revelado, o que as tornaria livre do choro.

Até lá, os cientistas recomendam alguns truques.

Um deles é gelar as cebolas antes de sua manipulação.

O frio retarda a liberação dos compostos que produzem lágrimas.

Outra é usar uma faca de lâmina lisa, e não serrilhada.

Isso vai ajudar a reduzir o ardido nos olhos por causar menos danos às células da cebola.

E lembre-se: ao usar processador de alimentos, mais células são machucadas do que quando você pica a cebola à mão.

Com isso, o sabor fica mais forte e pode até ficar amargo.

Para colocar os ensinamentos em prática, veja minha receita de cebola surpresa – clique aqui.