O pódio das pequenas vitórias

podio-das-pequenas-vitorias

Para levantar o espírito, você não precisa de horas na academia. Segundo estudo da Universidade de Coneccticut, basta muito pouco esforço. Muito pouco, mesmo.

Leia mais:

20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)
Pouco exercício já é o bastante – Nenhuma desculpa cola mais

Nos comerciais de academias, estão todos felizes.

Alguns podem achar graça em uma suposta incongruência.

Mas quem acompanha meu site sabe que o efeito é causado pela endorfina.

O efeito que proporciona já foi identificado como “barato da corrida” – leia mais aqui.

Este neurotransmissor é produzido pelo cérebro durante e após uma atividade física.

É um opiáceo natural do corpo, que alivia o estresse e proporciona uma euforia.

A boa notícia é que você não precisa se acabar para chegar a este estágio.

Pessoas fisicamente inativas não precisam exercitar-se vigorosamente para desfrutar do bem-estar físico do esforço.

“Em vez disso, nossos resultados indicam que você tem mais benefícios com atividade física de intensidade leve ou moderada”.

É o que afirma um estudo feito pela Universidade de Connecticut (Estados Unidos).

A capacidade de melhorar o bem-estar subjetivo é garantida.

E o pouco necessário equivale a uma caminhada de 15 a 20 minutos pelo shopping.

Nada que sem aumente bruscamente o ritmo da respiração, frequência cardíaca ou sudorese.

O ideal é que, sob este nível de esforço, seja possível manter uma conversa.

O estudo analisou 419 adultos saudáveis de meia-idade.

Durante quatro dias, os voluntários usaram acelerômetros para monitorar a atividade física.

As pessoas mais sedentárias também relataram níveis mais baixos de bem-estar.

Os sedentários que iniciaram atividades físicas de nível leve ou moderado mostraram a maior melhora.

“A mentalidade do ‘mais é melhor’ pode não ser verdadeira quando se trata de intensidade de atividade física e bem-estar subjetivo”.

A explicação é de um dos autores, Dr. Gregory Panza.

“Uma atitude ‘qualquer coisa é melhor’ pode ser mais apropriada se seu objetivo é um nível mais elevado de satisfação”.

A expectativa é que a pesquisa motive alguma mudança de comportamento.

E ajude a difundir a importância de um gesto: passar da inatividade total para alguma atividade física.

O estudo foi publicado no periódico científico Journal of Health Psychology.

A mensagem é clara e bem-vinda.

Nesta semana o IBGE divulgou que 60% dos brasileiros não fazem nenhuma atividade física.

Na conta do bem-estar físico e mental, qualquer esforço vale.

De qualquer e intensidade que seja, realmente.

Por isso, veja uma série de exercícios que você pode fazer em casa – clique aqui.

Este texto foi inspirado na matéria do site EurekAlertleia na íntegra aqui (em inglês).

Para orientações sobre a prática segura de exercícios, consulte seu médico.

Tags: , , ,