Em busca do consenso possível

A pandemia está nos dando muitas lições, entre as quais a importância da cooperação e da corresponsabilidade. Leia a coluna de Luiz Carlos Trabuco Cappi publicada no Estadão.

Leia » Em busca do consenso possível

As grandes crises aceleram a história

O momento é oportuno para que iniciemos um debate sobre as lições que a pandemia nos trouxe e sobre o que devemos esperar dessa nova fase histórica. Leia a coluna de Luiz Carlos Trabuco Cappi publicada no Estadão.

Leia » As grandes crises aceleram a história

Saneamento: uma questão de dignidade

Em economia, concorrência é o estímulo mais eficaz para que as coisas deem certo. Leia a coluna de Luiz Carlos Trabuco Cappi publicada no Estadão.

Leia » Saneamento: uma questão de dignidade

A distopia do novo anormal

Uma pergunta nos é feita nesta época de pandemia: como será a vida em sociedade, a economia, o trabalho, o lazer e as manifestações de cordialidade e de afeto, além de inúmeros outros aspectos de nossa rotina, quando a crise acabar? Leia a coluna de Luiz Carlos Trabuco Cappi publicada no Estadão.

Leia » A distopia do novo anormal

Redefinindo a pressão arterial

A temperatura normal do corpo humano mudou, e isso altera como tratamentos são planejados. Agora, nova pesquisa revela que o que conhecemos como pressão arterial normal também está errado.

Leia » Redefinindo a pressão arterial

Motivação após os 50

Nunca é tarde para descobrir um novo interesse. Leia meu artigo publicado na revista Veja.

Leia » Motivação após os 50

Sem bola de cristal

Nosso futuro pode ser projetado a partir do que fizermos hoje. Leia meu artigo publicado na revista Veja.

Leia » Sem bola de cristal

Hidratação esquecida

Malhar sem suar nem sentir sede? Parece uma coisa boa. Mas novo estudo revela que, nesta condição, é preciso beber água mesmo sem ter vontade.

Leia » Hidratação esquecida

Ativismo de sofá funciona?

O impacto do “clicktivism” no mundo concreto. Leia meu artigo publicado na revista Veja.

Leia » Ativismo de sofá funciona?

Risco à mesa

Ninguém mais aguenta comer a própria comida, ou o que pode ser entregue em casa. Por isso, restaurantes e clientes celebram o retorno das atividades. Mas é preciso cautela, já que ali (ainda) há risco.

Leia » Risco à mesa