Paladar linguarudo

Seu paladar entrega você. Os amantes de doces são atenciosos enquanto bebedores de gin tônica são manipuladores. Estes e outros traços de personalidade que podem ser revelados pelas preferências alimentares.

Leia mais:

Rotina exemplar – Como era o dia das mentes mais brilhantes
Meu pulo do gato – Perdi 60 quilos ao reinventar meu cotidiano

Nossas escolhas do que comer ou beber mudam a cada momento.

Isso depende do humor, vontade e muito mais.

Mas cada pessoa tem certas coisas que estimulam particularmente suas papilas gustativas.

Em geral, os sabores são divididos em quatro grupos – salgado, doce, azedo e amargo.

Há ainda o umami, normalmente incluído e chamado de quinto sabor.

E um “novo”, atribuído ao gosto da água – veja mais aqui.

Pois o que você prefere sentir da boca pode estar entregando o jogo sobre você.

É o que revela a psicóloga britânica, Dra. Jen Nash, em entrevista ao jornal Daily Mail.

Desde a infância, ser alimentado está ligado a sentir-se amado e cuidado.

Por isso, estamos ligados emocionalmente aos doces (que ganhamos ao ralar o joelho aos 7 anos, por exemplo).

Porque associamos esses tipos de alimentos a sentimentos de felicidade.

Mas uns preferem alguns gostos, distintamente dos outros.

Essas são formas sutis de expressar aspectos de nossa personalidade.

Preferência: picância

Se a preferência é por comida picante, estamos diante de um aventureiro.

Trata-se de alguém que busca sensações emocionantes e novas experiências.

E que assume riscos.

Pode convidá-la para um passeio ao parque de diversões.

Ou como sócio em um empreendimento de risco.

Preferência: amargor

Se a pessoa pede um gin tônica, estamos diante de alguém difícil.

A ciência já provou que quem gosta do sabor amargo tem maiores tendências antissociais.

Isso poderia indicar traços psicopáticos.

Pessoas com esta condição são incapazes de sentir medo e empatia.

Assim, não rejeitam o sabor amargo e dele até conseguem gostar – saiba mais aqui.

Preferência: doces

Apreciadores de doces são agradáveis – doces, de verdade.

Conte com eles para ajudar pessoas necessitadas, sem expectativa de recompensa.

Mas a proximidade do açucareiro também acende o alerta.

Esse perfil psicológico pode estar preso às orientações infantis.

O que confere maior dificuldade para tomar decisões amadurecidas.

Preferência: azedo

Vamos continuar no “teste do bar” imaginário?

Se a pessoa pedir um whiskey sour, prepare-se para ser cobrado.

Quem prefere alimentos amargos tende a ser mais crítico e duro com os outros.

Este traço de personalidade pode ser confundido com altos padrões.

Portanto, é preciso distinguir se a cobrança destas pessoas é do tipo que nos faz render mais.

Ou se é apenas a do tipo que estressa as relações.

Preferência: salgado

Perguntou pelo saleiro?

Estamos diante de quem anseia pequenas recompensas e gratificação imediata.

Sendo assim, é mais provável que seja uma pessoa competitiva.

O que é bom, já que geralmente é rápido nas respostas.

Mas pode ser um revés, já que se frustra mais (e mais facilmente) com as dificuldades diárias.

Tags: , , , , ,