Onde a preguiça mata

onde-a-preguica-mata

A preguiça do povo tem excedido os limites da razão. Estudo revela como, por preguiça de mastigar, aumentaram os casos de sufocamento.

Leia mais:

Levanta-te e anda – O sedentarismo não está com nada
20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)

Como o assunto reúne sedentarismo e alimentação, não passou despercebido por mim.

No Reino Unido, novas estatísticas mostram um aumento nos casos fatais de engasgamento.

Na Inglaterra, Escócia e País de Gales, o aumento foi de 17% em relação ao ano anterior.

Adultos maiores de 45 anos representaram 91% das mortes registradas.

Isso apesar de as crianças serem consideradas mais expostas ao risco, que pode matar em minutos.

O motivo é que assusta.

Aparentemente, os adultos “esqueceram” como mastigar adequadamente os alimentos.

Os homens são as maiores vítimas (60%).

A faixa etária mais ameaçada é acima dos 60 anos (75%).

Um dos maiores culpados é carne mal mastigada.

As principais causas deste tipo de asfixia é falar ou rir enquanto se alimenta.

Quando uma pessoa está sufocando, não é capaz de falar, tossir ou respirar.

Sem ajuda, podem acabar inconscientes.

Quando alguém está sufocando, nenhum oxigênio chega ao cérebro.

Nesse caso, a orientação é dar cinco pancadas nas costas.

Se não funcionar, aplique movimentos abdominais (“manobra de Heimlich”).

Caso não se sinta segura em praticar o socorro, peça ajuda imediatamente.

Tags: , , , ,