O segredo da fila que anda

a-fila-anda

O espetáculo está para começar e você quer garantir ao menos uma garrafa de água. Diante dos caixas, muita gente. O que fazer? Para pegar a fila que anda mais rápido, estudo de estatístisca revela preciosas dicas.

Leia mais:

Rotina exemplar – Como era o dia das mentes mais brilhantes Meu pulo do gato – Perdi 60 quilos ao reinventar meu cotidiano Você também tem a impressão de que escolheu a fila errada quando a do lado anda mais rápido? A estratégia mais intuitiva é escolher a de menor tamanho, é claro. Afinal, uma fila curta pode indicar que tem um funcionário eficiente. E uma fila longa pode significar um atendente inexperiente, ou clientes complicados. Mas, geralmente, isso não é verdade. Um estudo feito pelo Instituto Desmos (Estados Unidos) observou o assunto, e elaborou algumas dicas. Uma delas: não se assuste pelo volume das compras do carrinho à sua frente. Entre a conversa sobre amenidades, forma de pagamento e a rapidez do empacotamento, são 48 segundos por cliente, em média. Depois, passar cada artigo leva 2,8 segundos. Ou seja, uma compra grande de 100 produtos significa um total de 5,4 minutos. Já quatro pessoas com 200 produtos cada uma levarão um total de 6,9 minutos. Neste caso, a conclusão é que a fila menor andará mais rápido. Outra dica: pegue sempre a fila da esquerda. Como a maioria das pessoas é destra, a tendência é se dirigirem à fila da direita. Aqui, a questão de gênero também se manifesta. Como homens têm menos paciência, é possível que alguns desistam e abandonem a fila. Ainda, faixa etária avançada, famílias e grupos de amigos tendem se distrair e perder tempo.

Tags: , , ,