O melhor amigo da salada

melhor-amigo-da-salada

De vilão ao melhor amigo da nutrição, estudo agora revela que a maneira mais eficiente de comer ovos é fazê-los acompanhar uma salada. Sua presença faz com que possamos absorver melhor os carotenóides dos vegetais.

Leia mais:

Ovos brancos ou caipira – Veja qual o melhor para a nutrição
Viva a proteína alternativa – Sem carne, para variar o cardápio

Claro que comer saladas é a melhor maneira de controlar o que ingerimos.

Mas após algum tempo, as folhas tornam-se monótonas.

Entretanto, adicionar um ovo à salada pode transformar não apenas o sabor, mas também a carga nutricional do prato.

De acordo com estudo da Purdue University (Estados Unidos), publicado na revista científica American Journal of Clinical Nutrition, os ovos podem ajudar-nos a absorver mais vitaminas, minerais e fitonutrientes.

Na pesquisa, 16 voluntários comeram saladas com e sem o ingrediente.

Foram servidos ovos mexidos, para assegurar que todos comessem tanto a clara quanto a gema.

Quem comeu saladas cruas com ovos absorveu 3,8 vezes mais carotenóides, compostos que garantem a cor aos vegetais. Entre os mais conhecidos estão o licopeno, a luteína e os beta-carotenos.

Isso acontece porque os lipídios presentes no ovo garantem esta função.

Os carotenóides têm valioso poder anti-inflamatório e anti-oxidativo, processos internos que debilitam nossa saúde e nos fazem ganhar peso.

Outra vantagem é que ovos garantem uma dose extra de proteína à refeição, bem como colina, um dos nutrientes reguladores do metabolismo de lipídios.

Como a maioria das pessoas come pouca ou nenhuma salada, saber como turbinar seus benefícios é essencial.

Para contar com esta força, prefira ovos cozidos ou pochê – veja a minha receita aqui.

Mas, atenção com o equilíbrio.

Nestas ocasiões, garanta seu consumo por inteiro, já que a maior parte dos nutrientes do ovo, como aminoácidos e vitamina B, encontram-se na gema.

Em outras oportunidades, como receitas mais complexas, recomendo usar mais as claras, eliminando uma gema a cada dois ovos.

Para facilitar a tarefa, confira minha dica de como separar fácil as gemas das claras – clique aqui para assistir ao em vídeo.

Tags: , , , , , ,