O lado bom da preocupação

o-lado-bom-da-preocupacao

Passamos a vida fugindo das preocupações. Agora, um novo estudo descobre que, ao contrário do que muitos pensam, precisamos delas.

Leia mais:

Paradoxo da obesidade – Quem come bem faz compensações perigosas
A hora extra da balança – Lutar contra o sono é convite para acumular peso

Quando alguém nos conta que está preocupado, a identificação é imediata.

Afinal, todas estamos.

E é buscando fugir deste estado de tensão que embarcamos em meditação, viagens, refúgios.

Mas, apesar de sua reputação negativa, nem toda preocupação é destrutiva ou mesmo despropositada.

É o que afirma estudo feito pela Universidade da Califórnia em Riverdale (Estados Unidos).

“Ela tem benefícios motivacionais, e funciona como uma proteção emocional”.

A explicação é de uma das autoras, Dra. Kate Sweeney.

O trabalho decifrou o papel da preocupação em motivar comportamentos preventivos e de autopreservação.

Este estado emocional foi associado a melhor recuperação de eventos traumáticos, adaptação e planejamento.

E até mais saúde, ao engajar em mais atividades.

De modo geral, os preocupados podem desempenhar melhor suas tarefas, na escola ou escritório.

Eles buscam mais informações em resposta a eventos estressantes.

E se envolvem na solução de problemas.

O estudo foi publicado no periódico científico Social and Personality Psychology Compass.

Tags: , , , , , ,