O fim da gordura trans

o-fim-da-baunilha

Apoio as iniciativas dos governos na luta contra a obesidade. Como a sobretaxa em refrigerantes e a proposta de reduzir o tamanho do junk food. Agora, o Canadá vai proibir uso de gordura trans. Quando vamos seguir estes exemplos?

Leia mais:

Querida, encolhi o junk food – Governo exige redução de calorias em porções
Honestidade no cardápio – Como é feito o hambúrger do McDonald’s?

Um quinto da população mundial está com excesso de peso.

Entre esses, 300 milhões são considerados obesos.

Este cenário motivou a criação do termo “globesidade”.

Para reduzir os números crescentes, algumas iniciativas têm dado certo.

Nos Estados Unidos, empresas já cortaram 6,4 trilhões de calorias de seus produtos desde 2012 – leia mais aqui.

O governo inglês está enumerando alvos para reduzir o teor calórico de 75% dos alimentos à venda nas ruas.

Agora o Canadá anunciou o banimento dos óleos parcialmente hidrogenados (POH).

Trata-se do principal ingrediente das gorduras trans, onipresente nos alimentos processados.

O PHO é feito adicionando hidrogênio ao óleo vegetal, o que faz com que se torne sólido à temperatura ambiente.

Assim, os alimentos feitos com ele têm uma vida útil mais longa.

Entre eles estão sorvetes, macarrão instantâneo, biscoitos e os pratos congelados.

Alguns restaurantes usam PHO porque não precisa ser trocado tão frequentemente quanto outros óleos.

A proibição de qualquer alimento no Canadá contendo POH vale a partir de 15 de setembro de 2018.

Até lá, a indústria e importadores deverão buscar substitutos mais saudáveis.

Os Estados Unidos seguem cronograma para banir o POH até 2018.

Antes tarde do que nunca.

Consumir gorduras trans aumenta o risco de doenças cardíacas, uma das principais causas de morte em todo o mundo.

“Eliminar a principal fonte de gordura trans dos alimentos é uma grande conquista e uma nova e forte medida que ajudará a proteger a saúde dos canadenses”.

A declaração foi feita pela ministra da saúde do Canadá, Ginette Petitpas Taylor.

Felizmente, desta vez não ficaremos tão para trás.

Projeto de lei que proíbe gorduras trans no Brasil deve seguir para a Câmara dos Deputados ainda este ano.

A proposta é de autoria da senadora Marta Suplicy (PMDB-SP).

Sendo aprovada, a indústria alimentícia nacional terá três anos para se adaptar à proibição.

Com ou sem proibição, a gordura trans é algo a se evitar tanto quanto possível.

Se a vontade é de comer um biscoito (ou bolacha), que tal um feito por você mesma?

Veja minha receita de cookies com vídeo – clique aqui.

Tags: , , , , ,