Novos poderes do alho

alho

A cura que vem da cozinha. Estudo dinamarquês revela como composto do alho “quebra” as superbactérias resistentes a antibióticos. O que permite que os tratamentos funcionem novamente.

Leia mais:

Os poderes da manga – Veja como a fruta ajuda a emagrecer
Quem acredita em superalimentos – O que há por trás do rótulo da moda

Quanto mais se usa antibióticos, mais se criam superbactérias, resistentes a todos eles.

O cenário é trágico.

E agora, quem poderá nos defender?

Segundo um novo estudo, o posto é do alho.

Ou melhor, de um composto do alho, conhecido como ajoene.

A pesquisa foi feita pela Universidade de Copenhagen (Dinamarca).

Nela, os dois tipos de bactérias mais perigosos existentes foram usados em testes.

São eles Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa.

Como resultado, o ajoene “quebrou” as superbactérias.

Isso permitiu que os antibióticos, aos quais eram imunes, agissem novamente.

O composto não mata diretamente as bactérias.

Mas interrompe um gene que os micro-organismos usam para aderir ao tecido humano.

E sem o qual eles não conseguem se reproduzir.

Isso permite que os antibióticos e o sistema imunológico do corpo combatam as infecções de forma mais eficaz.

A expectativa é que a descoberta possa ajudar no combate às infecções hospitalares.

Bem como a mitigar infecções crônicas.

“Infecções crônicas, como a fibrose cística, podem incuráveis”.

A explicação é do autor do estudo, Professor Tim Holm Jakobsen.

“Mas agora temos conhecimentos suficientes para desenvolver uma droga a partir do alho e testá-la em pacientes”.

O estudo foi publicado no periódico Nature Scientific Reports.

Este trabalho só evidencia os poderes deste aromático bulbo.

Para usar mais vezes, veja minha dica de como descascar fácil o alho – clique aqui.

Tags: , , , ,