Multitarefa rouba a memória

multitarefa

Fazemos mil coisas ao mesmo tempo e não lembramos de nada depois. Normal? Infelizmente, sim. Estudo da Universidade da Califórnia revela como o hábito da “multitarefa” nos rouba a memória.

Leia mais:

Memória na academia – Malhar ajuda a consolidar o aprendizado
Instagram melhora a memória – Redes sociais podem ter lado positivo

Falar ao telefone enquanto cozinha ou escreve um e-mail.

Este é apenas um exemplo simples de como engajamos a todo momento em multitarefas.

Mas quanto desta distração pode estar reduzindo nossa habilidade de lembrar?

Um novo estudo revelou que a atenção dividida prejudica a memória.

A pesquisa foi feita pela Universidade da Califórnia em Los Angeles (Estados Unidos).

Nela foi realizado um experimento com 200 estudantes, divididos em dois grupos.

Os dois observaram uma sequência de palavras, mas um dos grupos ouviu música ao mesmo tempo.

As palavras deveriam ser lembradas posteriormente, sendo que algumas delas valiam mais que as outras.

Como resultado, o grupo que ouviu música lembrou de menos palavras.

Entretanto, não perdeu de vista as que mais interessavam: as mais valiosas.

“Os dados são muito claros ao mostrar que, com atenção dividida, não lembramos tanto”.

A explicação é de um dos autores, Dr. Alan Castel.

“Mas ainda podemos nos concentrar no que é mais importante”.

Os cientistas recomendam que, para estudar ou aprender novas informações, é bom evitar distrações.

Ou seja, nada de música.

“É provável que não se perca se for interrompido ocasionalmente”.

Nosso mundo está cheio de distrações, e parece que nos adaptamos por meio de foco seletivo.

O estudo foi publicado no periódico científico Psychological Science.

Tags: , , , ,