Azul é a luz que acalma

luz-azul

Estressada? Sente-se debaixo do cerúleo. Estudo revela como a iluminação na tonalidade azul acelera de modo natural o relaxamento após o estresse agudo.

Leia mais:

Emocional na balança – Cuidar da boa forma passa por cuidar do astral
Paradoxo da obesidade – Quem come bem faz compensações perigosas

Respirar fundo, fazer meditação, tomar chá de camomila.

Cada um tem seu método para lidar com o estresse a curto prazo.

Agora, um novo estudo revela mais uma maneira de debelar o estado de nervos.

A pesquisa foi feita pela Universidade de Granada (Espanha).

Aparentemente, a luz azul relaxa mais que a branca após um episódio de estresse.

Para chegar a esta conclusão, foi feito um experimento com 12 voluntários.

Todos foram submetidos a um estresse de curto prazo (estresse agudo).

Isso acontece quando discutimos com um amigo ou quando alguém nos pressiona a cumprir um prazo difícil.

Esse tipo de estresse é muito comum e afeta negativamente a saúde e a qualidade de vida.

Em seguida, todos foram encaminhados a salas de estimulação multissensorial.

Lá foram divididos em dois grupos.

Um ficou sob iluminação azul e o outro sob luz branca convencional.

Durante toda a sessão, suas frequências cardíacas e atividades cerebrais foram monitoradas.

Como resultado, a luz azul acelerou o processo de relaxamento.

83% dos participantes relataram estar significativamente mais relaxados sob a condição.

O que foi respaldado pelos dados biológicos.

Além de eficaz, a luz azul acalma com maior velocidade.

Os voluntários sob sua influência relaxaram em média após 1,1 minuto.

Já quem esteve sob a luz branca ficou calmo após 3,5 minutos.

A descoberta pode ser úteis em ambientes clínicos e educacionais.

Ou até em casa, onde você pode instalar uma lâmpada desta cor e para lá correr sempre que precisar.

O estudo foi publicado no periódico científico PlosOne.

Tags: , , ,