Generosidade gera felicidade

Generosidade gera felicidade

Para ser feliz, seja generosa. Estudo da Universidade de Zurique revela como aultruísmo nos faz felizes. E nem precisa ser a Madre Teresa de Calcutá para alcançar o benefício.

Leia mais:

Alimentando amizades – Campanha estimula conversas entre estranhos
Mais leve até na conta – Restaurante dá desconto por crianças comportadas

Se gentileza gera gentileza, você precisa experimentar a generosidade.

Segundo um novo estudo, fazer o bem sem ver a quem é o caminho da felicidade.

A pesquisa foi feita pela Universidade de Zurique (Suíça).

Nela, os cientistas realizaram um experimento virtual com 50 pessoas.

Cada uma teria à disposição 25 francos suíços (US$ 26) por semana, durante quatro semanas.

Metade foi instruída a gastar o dinheiro com outras pessoas.

O restante poderia gastar o dinheiro com gastos pessoais.

Em seguida, os participantes responderam a um questionário.

Paralelamente, seus cérebros estavam sendo examinados por tomografia computadorizada.

As perguntas evocaram cenários que opunham os próprios interesses dos participantes contra os dos beneficiários de sua generosidade experimental.

O exame revelou a atividade em três áreas do cérebro.

Uma ligada ao altruísmo e ao comportamento social, uma segunda à felicidade e uma terceira, envolvida na tomada de decisões.

Como resultado, a área ligada à generosidade desencadeou uma resposta na parte relacionada à felicidade.

A sensação foi comprovada também no nível consciente.

Quem se comprometeu a doar o dinheiro relatou estar mais feliz que quem o iria gastar consigo mesmo.

“Nosso estudo fornece evidências comportamentais e neurais que apoiam a ligação entre generosidade e felicidade”.

A declaração foi dada em entrevista à revista científica Nature Communications.

A descoberta tem implicações para a educação, política, economia e saúde pública.

“A generosidade e a felicidade melhoram o bem-estar individual e podem facilitar o sucesso social”.

A lição é que recebemos depois de doar, e não o contrário.

A experiência de vida nos diz que o retorno vem quando mais é necessário.

E quando menos se espera.

Tags: , , , , ,