Faxina na gordura

faxina-na-gordura

Se puder, chame o serviço de quarto agora mesmo: é hora de encarar a faxina. Segundo novo estudo, bastam quantidades minúsculas de poeira para desencadear um processo que leva ao aumento do peso.

Leia mais:

Reeducação alimentar – Conheça o cardápio que mudou a minha vida
Meu método – Tudo que aprendi sobre emagrecer e viver bem

Cuidar da casa não é apenas um capricho.

Segundo um novo estudo, a faxina deve entrar na rotina de quem quer perder peso.

Ou, ao menos, não ganhar mais.

A pesquisa foi feita pela Universidade Duke (Estados Unidos).

Aparentemente, pequenas quantidades de pó em casa podem influenciar o aumento de adipócitos.

Não ligou o nome à pessoa?

Tratam-se das células que armazenam gordura em nosso corpo.

A explicação é microscópica.

A poeira doméstica contém compostos de poluentes ambientais que influenciam nosso organismo.

Os testes encontraram a presença de disruptores endócrino.

Estas são substâncias que aumentam a produção de certos hormônios no corpo.

E, mesmo em pouca quantidade, podem causar alterações no metabolismo.

Em testes, as células adiposas foram expostas ao pó doméstico.

Como resultado, acumulam um tipo adicional de triglicerídeos, principais gorduras em nosso organismo.

O que revela que, apenas respirando, aumenta as chances de ganho de peso.

A ameaça é grande.

Estima-se que inalamos 50 miligramas de poeira doméstica todos os dias.

E as maiores vítimas são as crianças.

Portanto, sugiro eliminar esta possibilidade de engordar.

E agora mesmo.

Encarar uma faxina vai evitar o acúmulo e até estimular a perda.

Portanto, mãos à obra.

Tags: , , , ,