Espinafre no espaço

Este alimento é mesmo poderoso. A nível intergaláctico. Novo estudo revela que comer espinafre pode proteger astronautas da radiação espacial.

Leia mais:

Pense rápido – Para reflexos mais ágeis, garanta espinafre no prato
Retenção de líquidos – Elimine inchaço através dos alimentos

Uma das maiores barreiras para longas viagens espaciais é como proteger os astronautas dos efeitos deletérios da radiação espacial.

Raios cósmicos e tempestades de prótons lançadas pelo Sol expõe os cosmonautas a níveis fatais de radiação.

Esta radiação pode afetar de proteínas ao DNS, causando tumores e potencialmente afetando o coração.

Entretanto, uma dieta rica em antioxidantes pode, de alguma maneira, proteger a saúde cardiovascular no espaço.

É o que revela um estudo da Universidade de Leiden (Holanda).

Nele, foram revisadas pesquisas anteriores, relacionando radiação e a saúde do coração.

Foi descoberto que a radiação pode levar a um remodelamento do miocárdio, quando tecido saudável é substituído por outro, mais fibroso.

E isso pode afetar o pleno funcionamento do órgão.

Como forma de contornar o problema, foram buscadas evidências entre pacientes que receberam radioterapia, bem como entre estudos com cobaias expostas a radiação.

Foram assim analisadas medicações e dietas.

Desta forma, os cientistas descobriram que dietas ricas em antioxidantes (como espinafre, beterraba e tomates) eram “promissoras” em reduzir os efeitos nocivos da radiação.

“Se queremos ver o homem em viagens espaciais de longa duração, precisamos entender o impacto que isso causa, e como podemos proteger o corpo”.

A declaração é de um dos autores do estudo, Dr. Jesper Hjortnaes.

As provas encontradas, entretanto, precisam ser confirmadas por novas pesquisas.

O estudo foi publicado na revista Frontiers In Cardiovascular Medicine.

Tags: , ,