A escolha da saúde

a-escolha-da-saude

Janela ou corredor? A escolha do assento em longos voos tem o potencial de gerar desentendimentos. Cientistas afirmam que, nesta decisão, o que importa não é a vista. Mas o que não é possível enxergar.

Leia mais:

A cura do jet lag – Comer regula o relógio interno para não sofrermos com o fuso

Um trem para as estrelas – Programação de bordo apresenta a Slow TV

A viagem é longa.

Portanto, a escolha deve ser feita com consciência.

Há quem prefira ir na janela para ver a vista – o que pouco importa quando se viaja à noite.

E há quem escolha o assento do corredor para levantar sempre que der vontade.

Mas, segundo um estudo de referência, essa liberdade vem com um indesejado risco extra.

A pesquisa foi feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (Estados Unidos).

Ela foi feita após um pouso de emergência, provocado por náuseas em passageiros de um voo entre Boston e Los Angeles.

Em busca da origem do mal-estar, os pesquisadores investigaram as posições ocupadas na aeronave.

Como resultado, quem se sentou no corredor estava mais propenso a contrair norovírus – um dos culpados por doenças diarreicas.

Mas não havia nenhuma ligação entre o contágio e o uso do banheiro, fonte certa de contaminação.

Então, de onde vem o perigo?

Do encosto de cabeça dos assentos do corredor.

A verdade é que o topo destes assentos abriga os germes de cada pessoa que caminha e neles se agarra em busca de apoio.

E muitas dessas pessoas acabaram de sair do banheiro.

Portanto, esteja ciente do ônus de sua escolha.

Se não houver como trocar, é melhor não descansar o rosto no local.

Quer mais uma dica de viagem?

Veja como lidar quando a comida da companhia aérea não supre suas expectativas – clique aqui.

Tags: , , ,