Doce vulnerabilidade

doce-depressao-masculina

Alterações no sono, apetite, nível de energia, concentração, comportamento diário ou autoestima? Coisas de homem. Novo estudo revela que o açúcar na alimentação pode levar à depressão. Principalmente entre eles.

Leia mais:

O futuro está na mesa – Comer com a família é o melhor investimento
Dieta da vovó – Evite o que sua avó não lhe serviria

Adoramos comer alimentos cheios de açúcar.

Após comermos um doce, o cérebro libera opioides.

Essas substâncias químicas naturais são responsáveis pela sensação de prazer.

Quando o efeito passa, somos acometidas por crises de abstinência.

Mas esse processo é pior para os homens.

É o que afirma um estudo da Universidade College London (Inglaterra).

O consumo do açúcar em excesso, ao longo de cinco anos, pode aumentar as chances dos homens terem depressão e ansiedade.

O estudo analisou o consumo de açúcar e a ocorrência de desordens psicológicas entre 1983 e 2013.

Entre os participantes, 5.000 eram homens e 2.000 eram mulheres.

Homens que consumiam 67 gramas de açúcar por dia apresentaram 23% mais chances de desenvolver distúrbios mentais.

Isso quando comparados a homens que ingerem menos de 39,5 g/dia.

A pesquisa indica, porém, que os homens que têm ansiedade ou depressão não tendem a consumir mais açúcar.

Curiosamente, o consumo de açúcar não apresentou o mesmo impacto na saúde mental de mulheres.

O motivo permanece desconhecido pelos pesquisadores.

Ainda é preciso mais pesquisas para que entender o que o açúcar em altas doses pode fazer com corpo humano.

Entretanto, não devemos esperar outros resultados.

O entendimento é que, não importando o gênero, devemos evitar sempre que possível seu consumo.

O estudo foi publicado na revista Scientific Reports.