Distração conectada

distracao-conectada

Chega de enrolar. Para fazer as tarefas que você precisa de uma vez, tire o celular do ambiente. Pesquisa revela como a simples presença do aparelho leva o cérebro a um estado de distração constante.

Leia mais:

O perigo do “junk sleep” – Na hora de desligar, desligue
Você, robô – Estamos nos comportando como iDiots

Se você quiser fazer alguma coisa de verdade, ponha o celular de volta na bolsa.

Os pesquisadores descobriram que a mera presença do aparelho é uma distração.

Mesmo que esteja desligado.

E mesmo que não seja seu.

Os cientistas descobriram que é mais difícil se concentrar quando um aparelho eletrônico está presente.

O estudo foi feito pela da Universidade de Hokkaido (Japão).

Para chegar a esta conclusão, foi realizado um teste.

Nele, 40 voluntários completaram questionários online.

Alguns foram permitidos colocarem o celular sobre a mesa.

Enquanto isso, outros tiveram que deixar o aparelho do lado de fora do recinto.

Aparentemente, quem manteve o aparelho por perto teve maior dificuldade de concentra-se.

O efeito foi mais marcante entre aqueles que não são usuários frequentes.

As provas de que os telefones celulares nos distraem vêm se acumulado nos últimos anos.

Estudos anteriores já mostraram como falar ao celular prejudica o desempenho dos motoristas.

Outro descobriu que segurar um telefone na mão quando você está falando com alguém em pessoa reduz a empatia pelos outros.

Ou seja, o aparelho que chegou para revolucionar a comunicação e produtividade pode prejudicar estas mesmas tarefas.

O estudo foi publicado no periódico científico Japanese Pshycological Research.

Quem sabe não seja hora de fazer um detox digital?

Leia mais a respeito – clique aqui.

Tags: , , , ,