Dieta mediterrânea é boa também para os ossos

Ela não é apenas recomendada para a saúde do coração, boa forma e a memória. Novo estudo relaciona a dieta mediterrânea com benefícios para os ossos. 

Leia mais:

A dieta dos gladiadores – Estudo revela o que os guerreiros comiam
A arqueologia do sabor perdido – Blog recria receitas históricas

A chamada dieta mediterrânea já é conhecida por seus benefícios à saúde e à boa forma.

Mas, segundo estudo da Universidade de Wurzburg (Alemanha), o cardápio dos povos à margem do Mar Mediterrâneo também faz bem à saúde dos ossos.

Na pesquisa, os cientistas examinaram o efeito de uma dieta plena em itens naturais em mulheres na menopausa.

Foram analisados dados de 90.014 mulheres, com média de 64 anos de idade.

Todas descreveram suas dietas em questionários.

A partir daí, as respostas foram comparadas com quatro dietas saudáveis, incluindo a dieta mediterrânea.

16 anos depois, houveram 2.121 casos de fraturas no quadril, e 28.718 casos de fraturas em geral.

As mulheres que seguiam a dieta mediterrânea registraram 0,29% menos chance de sofrer fraturas no quadril.

Com o avanço da idade, fraturas relacionadas ao enfraquecimento dos ossos, provocado por osteoporose, atingem principalmente as mulheres.

As pesquisas disponíveis são inconclusivas quanto à prevenção de fraturas proporcionada por nutrientes envolvidos no metabolismo dos ossos.

Entretanto, os resultados deste estudo sugerem que uma dieta saudável, especificamente a mediterrânea, pode desempenhar papel pequeno mas importante em manter a saúde óssea em mulheres na menopausa.

A dieta mediterrânea é fácil de seguir.

Ela envolve comer vegetais, frutas, nozes, leguminosas (feijão e ervilha, por exemplo), azeite e pescado.

Você deve limitar o consumo de carne vermelha, laticínios e gordura saturada.

Tags: , , ,