Desprogramando a preguiça

desprogramando-a-preguica

Não consegue engajar em uma rotina de exercícios? Talvez você tenha que lutar com algo mais que a falta de vontade. Estudo revela como disposição física pode ter sido programada pela genética. E como mudar o destino.

Leia mais:

20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)
Pouco exercício já é o bastante – Nenhuma desculpa cola mais

Se você tem uma relação de ódio com a malhação, a causa pode estar programada no seu DNA.

Os genes, especificamente aqueles que modulam a dopamina no cérebro, podem influenciar na propensão de uma pessoa de adotar ou evitar os exercícios.

É o que afirma estudo feito pela Universidade da Geórgia.

Segundo um dos autores, Dr. Rodney Dishman, “estudos feitos entre familiares e gêmeos indicam que 20% a 60% da variação na atividade física humana pode ser herdada”.

“Mas as fontes genéticas da atividade física voluntária são mal compreendidas”.

Evidências sugerem que o centro de recompensa e o sistema motor no cérebro interagem para fazer com que as pessoas e os animais voluntariamente se envolvam (ou evitem) propositadamente o exercício.

A atividade dos neurônios no cérebro que regulam a dopamina, em particular, parece desempenhar um papel em fornecer a motivação para o exercício.

A pesquisa também considerou outros fatores que pesam na propensão de um indivíduo para o exercício voluntário.

Entre eles estavam a personalidade e traços comportamentais, tais como estabelecimento de objetivos, auto-regulação, aptidão e níveis de habilidade.

Foram ainda considerados as influências sociais e até o acesso a atividades de fitness.

“Nossos testes com seres humanos sugerem que as variações nos genes que codificam a dopamina e outros neurotransmissores determinam o nível individual da atividade física”.

O estudo aponta indícios de que o DNA influi na motivação de ir à academia.

Aparentemente, esta é realmente uma desculpa incontornável para abraçar de vez o sedentarismo.

Mas já vimos como os genes não determinam nosso destino.

Esta é exatamente a recompensa das boas escolhas – leia mais aqui.

Tags: , , , , ,