Decifrando o instinto

O significado do instinto

Você nunca deve duvidar de sua intuição. Estudo revela que nossas emoções instintivas realmente funcionam como um “sinal vermelho”. Para que o cérebro nos impeça de cometer erros.

Leia mais:

Solte o verbo – Xingar ajuda a suportar a dor
Chama acesa – A inspiração dos competidores que não se rendem nunca

Há quem duvide que exista.

Ou quem compare com superstição, tirando sua credibilidade.

Entretanto, um novo estudo recomenda que devemos confiar na intuição.

A pesquisa foi feita pela Universidade Florida State (Estados Unidos).

Ela revelou que trato gastrointestinal é 100 vezes maior que a superfície da pele.

Este órgão envia mais sinais para o cérebro do que qualquer outro sistema.

A comunicação é feita através do nervo vago, que atravessa todo o corpo humano.

O nervo transporta mensagens de cima para baixo, do cérebro para o intestino.

Bem como mensagens de baixo para cima, comumente descritas como “sensações viscerais”.

Em inglês, a expressão é “gut feeling”.

Aparentemente, esta sensação funciona como um sinal vermelho que nos impede de cometer erros.

Como o mecanismo funciona?

Cortando qualquer comunicação dos sistemas de recompensa no cérebro.

Sem prazer, nos contrariamos – e daí, prestamos atenção.

Entretanto, comer mal pode enfraquecer os sinais de precaução e proteção do intestino.

O que leva a alterações de humor e comportamento.

Portanto, manter o equilíbrio do trato gastrointestinal beneficia não apenas a saúde geral.

Também melhora a comunicação com o nosso sistema natural de alerta.

Consumir probióticos parece ajudar.

Para ler mais a respeito – clique aqui.

Tags: , , , , ,