Chega de abuso

Chega de abuso

Por conta de nossa educação sexual repressora, não é fácil falar do tema. E é isso que torna mais importante nunca esquecê-lo. Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Estima-se que 1 a cada 5 crianças sofrem algum tipo de violência sexual até a idade de 12 anos. Chega!

87% dos casos acontecem dentro da família ou com pessoas que convivem com a criança. Eu bem sei. Fui abusada aos 7 anos e obrigada a conviver com o meu agressor. Hoje entendo que este trauma contribuiu para chegar ao peso que cheguei. E, quando resolvi isso na minha cabeça, foi o que me motivou a mudar o rumo de minha vida.

Não é possível admitir que nenhum caso, sob nenhuma circunstância, permaneça impune. Aliás, não ficarão. No Brasil, um projeto de lei que torna hediondo o crime de exploração sexual de crianças e adolescentes foi aprovado na última quarta-feira (14/05), pelo plenário da Câmara.

Se você souber de algum caso, quebre o silêncio. Através do Disque 100 você pode denunciar violências contra crianças e adolescentes. O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

A escolha da data serve como uma lembrança eterna a toda a sociedade brasileira da história de Araceli Cabrera Sanches. Neste dia, a menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e assassinada, em Vitória (Espírito Santo), num crime em que foram identificados os culpados, mas que nunca foram presos.

Como identificar o abuso com olhos de criança

abuso3

Com sensibilidade, o livro Pipo e Fifi esclarece gestos que as crianças podem identificar

Chega de abuso

Como o Toque do Sim, quando identifica os carinhos que são permitidos

Chega de abuso

E o Toque do Não, com os gestos que significam abuso – disponível online aqui

Tags: , ,