Casada com os amigos

amigas

A dependência que temos dos amigos está aumentando. Novo estudo revela como nos satisfazemos mais na companhia deles que em relacionamentos a dois.

Leia mais:

Alimentando amizades – Campanha estimula conversas entre estranhos
Amigos fortalecem nossa saúde – Laços podem favorecer saúde mental

Você acha a companhia dos amigos mais satisfatória que a do companheiro?

Não está sozinha.

Embora este seja um sentimento desenvolvido principalmente entre homens.

Quem afirma é um estudo da Universidade de Winchester (Inglaterra).

O fenômeno foi batizado como “bromance”.

O termo aglutina as palavras “brother” (no sentido de “amigo íntimo”) e “romance”.

Para chegar a estas conclusões, foi realizado um teste com 30 voluntários, todos homens heterossexuais.

Outro critério foi o de que deveriam ter estado, ou estar, em um relacionamento duradouro.

Como resposta, 29 disseram ter tido ao menos um relacionamento “bromântico”.

28 disseram preferir discutir assuntos graves de saúde com os amigos.

De modo geral, os voluntários relataram sentirem-se menos julgados pelos amigos que pelos parceiros.

De modo geral, os entrevistados consideraram seus “bromances” mais satisfatórios na intimidade emocional, comparado a seu par heterossexual.

As amizades masculinas próximas tornaram-se mais socialmente aceitáveis nos últimos anos, dizem os autores do estudo.

E isso, em grande parte, é uma coisa positiva.

Mas o estudo alerta que esta mudança pode enfraquecer os laços mais fracos entre os cônjuges.

Ou mesmo reduzir a probabilidade de homens e mulheres formarem casais.

Certamente, em algum momento você também se sentiu assim, mais relaxada e menos vigiada quando está com amigas próximas.

O ideal seria encontrar a mesma abertura e liberdade na companhia do ser amado.

É nesta busca que vale a pena investir tempo.

Mas sem paranoia ou forçar uma barra.

Enquanto isso, recomendo que você se divirta com os amigos, o que faz bem à sua saúde – veja aqui.

O estudo foi publicado no periódico científico Men and Masculinities.

Tags: , , , , ,