Boa forma em um minuto

boa-forma-em-um-minuto

Para convencer as pessoas a encararem atividades físicas, os cientistas calcularam o mínimo necessário para ter acesso a seus benefícios. Que podem ser alcançados com apenas sessenta segundos de malhação por dia.

Leia mais:

Minha primeira corrida de rua – Guia fácil para você estrear com brilho
20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)

Para muitos, todo o processo de adquirir uma boa forma é por demais penoso.

Por um lado, é preciso abrir mão de coisas tão gostosas quanto batatas fritas.

Por outro, não há como evitar horas na academia em busca da longevidade.

Precisa mesmo ser assim?

Segundo novo estudo, há uma alternativa bem mais suave acessar benefícios para a saúde proporcionados pelo exercício.

A pesquisa foi feita pelas universidades de Exeter e Leicester (Inglaterra).

Nela, foram analisados dados de mais de 2.500 mulheres.

Todas usaram monitores de pulso por uma semana, registrando suas atividades segundo a segundo.

“Nós queríamos fazer valer cada segundo em nossa análise”.

A explicação é de uma das autoras do estudo, Dra. Victoria Stiles.

“Porque pequenos trechos de atividade de alta intensidade são mais benéficos para a saúde dos ossos do que períodos mais longos e contínuos”.

A conclusão foi que as mulheres que faziam 60 a 120 segundos de atividade de alta intensidade tinham 4% de saúde óssea melhor.

Quem fez mais que dois minutos por dia registrou saúde óssea 6% melhor.

Foram consideradas atividades como corrida com nível médio de esforço para mulheres pré-menopausa.

E uma corrida leve para mulheres pós-menopausa.

O prêmio deste esforço é valioso.

A boa saúde óssea tem uma série de vantagens, incluindo um risco reduzido de osteoporose e fraturas em idade avançada.

Embora 4% a 6% não pareçam resultados significativos, qualquer ato que leve a uma melhoria na saúde é valiosa.

E todos os pequenos esforços se somam.

O que nos faz ver que o caminho para a boa forma não precisa ser tão difícil.

O estudo foi publicado no International Journal of Epidemology.

Mas como ocupar este minuto diário?

Para quem está parado há muito tempo, é melhor começar caminhando.

Após algum tempo, você pode correr por pequenos trechos, como quem acelera para embarcar no metrô.

De qualquer forma, antes de adotar a estratégia, sugiro que consulte seu médico.

Tags: , , ,